30/01/2018

Implementação da CNH digital é adiada para julho

Segundo o Denatran, prazo não será prorrogado.


Em 2017, o Denatran anunciou que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) iria ganhar uma versão digital. Os motoristas de Goiás e do Distrito Federal foram os primeiros a usar a CNH-e, mas o Departamento Nacional de Trânsito havia informado que até 1º de fevereiro de 2018 a carteira de habilitação digital seria expandida para todo o Brasil.
A novidade foi prorrogada para 1º de julho de 2018, informou nesta terça-feira (30) o Denatran. O prazo foi alterado para que todos os departamentos de trânsito do país tenham mais tempo para adaptar-se ao novo sistema, e também em atendimento a uma solicitação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que pediu o prazo para adequar as companhias aéreas à vigência da CNH eletrônica nos procedimentos de embarque de passageiros.

O Denatran informou ainda que esse segundo prazo não será prorrogado. Vale lembrar que a multa para quem é flagrado dirigindo sem a carteira de habilitação é de R$ 88,38 e tem o veículo retido, até a apresentação do documento. 
CONFIRA NOSSAS ÚLTIMAS REPORTAGENS EM VÍDEO:

Deixe um comentário