Testes rápidos detectam 8 casos de HIV em foliões no Carnaval de Salvador

Cerca de 1290 testes rápidos para detecção de doenças sexualmente transmissíveis em Salvador revelaram nesse Sábado, 10,  8 casos de HIV, 44 de sífilis, 2 de hepatite B e 7 de hepatite C.
A Prefeitura de Salvador informou neste Domingo (11) que identificou oito casos de HIV em testes rápidos para detecção de doenças sexualmente transmissíveis aplicados em postos instalados em dois pontos tradicionais do Carnaval na cidade: a Barra e a praça Carlos Gomes.

Os oito casos foram detectados em um total de 1290 testes rápidos aplicados nesse sábado (10) pelo primeiro dia de atuação do projeto "Fique Sabendo" no Carnaval deste ano.

Além dos infectados pelo HIV, os testes revelaram também 44 casos de sífilis, dois de hepatite B e 7 de hepatite C.

Segundo a Secom (Secretaria de Comunicação do Município), os pacientes com resultado positivo para sífilis iniciam o tratamento no próprio local de atendimento. Já os usuários com sorologia positiva para outras DSTs são encaminhados para tratamento a unidades de referência, localizadas nos bairros da Liberdade e Dendezeiros.

Além dos postos de aplicação de testes, o Município implementou como ação preventiva às DSTs, durante os eventos do Carnaval, a distribuição gratuita de preservativos em todos os circuitos da folia. Até este domingo, informou a Secom, mais de 1,2 milhão de camisinhas foram entregues aos foliões, tanto nas ruas quanto nos módulos de assistência à saúde.

Os postos de aplicação dos testes funcionam até a quarta-feira de cinzas (13), das 9h às 21h, no Multicentro Carlos Gomes, e das 12h às 22h, na rua Dias D'Ávila, próximo ao Farol da Barra.

Em todo o Carnaval do ano passado em Salvador, os quase 7 mil testes rápidos aplicados detectaram 42 diagnósticos positivos para HIV, 200 reagentes para sífilis e 23 para hepatites.

Fonte: UOL

Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco