31/03/2018

Prefeito de Jaguarari tem mandato cassado


Everton Rocha é acusado de crime político/administrativo; processo corre desde outubro de 2017 quando o MP-BA havia pedido à Justiça para suspender a nomeação e determinou do prefeito e servidores da prefeitura.


O prefeito de Jaguarari, Everton Carvalho Rocha (PSDB), acusado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) de crime político/administrativo, teve seu mandato casado pela em sessão na Câmara de Vereadores da cidade. A cassação foi aprovada por 10 votos a três e a decisão não tem recurso. Ele já teve o mandato cassado em sessão realizada em fevereiro, mas permaneceu no cargo através de uma liminar. A decisão foi tomada na quinta-feira (28), mas, segundo a assessoria de Everton Rocha, ele vai entrar com um pedido de anulação da cassação na segunda-feira (2).

Em outubro de 2017, o MP-BA havia pedido à Justiça que, de forma liminar, suspendesse a nomeação e determinasse o afastamento de um secretário, do prefeito e servidores da prefeitura de Jaguarari.

Em 30 de novembro, os vereadores fizeram uma sessão que aprovou o começo do processo de cassação. Mas a juíza Maria Luiza Nogueira emitiu uma liminar anulando a sessão, após acatar denúncias de pessoas da cidade que disseram ter sido impedidas de participar da sessão na Câmara.

No dia 20 de dezembro, o Tribunal de Justiça da Bahia aprovação do processo de cassação de Everton Rocha e deveria ser feito através de votação na Câmara de Vereadores da cidade.

No dia 21 de fevereiro, Everton Rocha teve o mandato cassado pelos vereadores do município. Entretanto, ao final da sessão, Everton apareceu com uma liminar expedida pelo desembargador Roberto Frank, do TJ-BA, que anulou a decisão dos vereadores de Jaguarari.



Fonte: Varela noticias




Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco