STF INCLUI TEMER EM INQUÉRITO SOBRE PROPINA DA ODEBRECHT



O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), incluiu nesta sexta-feira (2) o presidente Michel Temer no inquérito que apura repasses da Odebrecht em troca de interesses da empreiteira na Secretaria de Aviação Civil. Com isso, o emedebista passa a ser investigado, ao lado dos ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil). O pedido para incluir os caciques do MDB na investigação foi feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Na avaliação do ministro, a imunidade penal temporária prevista pela Constituição sobre supostos atos cometidos anteriores ao exercício do mandato não impede a investigação do presidente da República. A investigação foi aberta a partir do depoimento de seis delatores da Odebrecht. Cláudio Melo Filho relatou um jantar realizado no Palácio do Jaburu, com a participação do então vice-presidente, supostamente para discutir a divisão de valores destinados ao PMDB.
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco