27/04/2018

CNH digital já pode ser usada em todo o Brasil; confira como adquirir

A versão online será uma alternativa para o documento físico.


A Carteira Nacional de Habilitação digital (CNH-e) já está disponível para todos os Detran’s do Brasil, segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). O último estado a aderir a versão digital da CNH foi o Rio de Janeiro. Em fevereiro o prazo havia sido estendido até julho, mas o lançamento da CNH-e foi antecipado. Mais de 110 mil motoristas do país já solicitaram a versão digital da CNH, segundo o Serpro. Destes, 63 mil estão no Rio Grande do Sul, Goiás e São Paulo, estados que já haviam iniciado a emissão e têm maior número de adesões. Estes 110 mil representam 0,15% dos habilitados em todo o Brasil. A CNH-e será uma alternativa para a carteira de papel. Segundo o Denatran: “a CNH digital armazena todos os dados da CNH impressa, inclusive foto e QR Code (código de barras aprimorado). Este sistema criptográfico, acessado pelo agente de trânsito por um aplicativo, assegura a validade do documento, tanto digital quanto impresso, e permite exportar e compartilhar o arquivo da CNH (por e-mail e até por WhatAapp) para usá-lo em situações que exigem um documento autenticado. A médio prazo, a previsão é de que seja possível também consultar a pontuação e ser avisado da proximidade do vencimento da carteira pelo aplicativo da CNH-e”. COMO OBTER Para aderir à CNH digital não basta apenas baixar o aplicativo, que já teve mais de 1,2 milhão de downloads, segundo o Serpro. Para os usuários que possuem carteira de papel emitida a antes de maio de 2017 será necessário aguardar a renovação do documento para que seja inserido um código. Para os demais será necessário realizar o cadastro no Portal de Serviços do Denatran (https://portalservicos.denatran.serpro.gov.br). Após este procedimento será necessário será necessário um certificado digital para autenticar a identidade do usuário. O certificado deve ser vinculado ao aplicativo e, então, poderá ser utilizado. PREÇO Os Detran’s de cada estado terão autonomia para decidir sobre a cobrança da taxa de serviço da autenticação do certificado. Até o momento diversas unidades já informaram que o serviço não será tarifado.




Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco