Homem acusado de estuprar e matar criança de 6 anos é condenado a 39 anos de prisão

Acusado de estuprar e matar um menino de seis anos, Pedro Damião Cruz Sena foi condenado nesta segunda-feira (21) a 39 anos e 9 meses de prisão, em regime inicialmente fechado. O júri popular que culminou na condenação de Pedro foi realizado no Fórum Ruy Barbosa, no Campo da Pólvora, em Salvador. O homem foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) por estupro e homicídio. O crime aconteceu em 14 de julho de 2014, em um imóvel na Rua Dilson Souza, no bairro de Pernambués. No local, a criança foi estuprada, morta e teve o corpo carbonizado por Pedro, também conhecido como “Marcelo” ou “André”. De acordo com o MP, a vítima foi convidada pelo criminoso para comprar roupas novas em um shopping na região do Iguatemi, mas foi levada por ele para um imóvel alugado, onde os crimes aconteceram. Segundo as investigações, o acusado conheceu a vítima em um semáforo de Salvador, onde vendiam doces. O homem chamou a criança para passear no shopping, mas antes disse ao garoto que tomariam banho para passear. Na época, vizinhos denunciaram o mau cheiro oriundo da casa, onde foi encontrado o corpo já em estado de decomposição. Após ser preso em Itabuna, Pedro Damião confessou o crime. Ele era foragido do estado de São Paulo, onde respondia pelo crime de estupro e assassinato de uma criança de 9 anos, em 2004.
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco