UPB pede que prefeitos 'apertem o cinto' em gastos de gestão por conta da greve dos caminhoneiros

A União dos Municípios da Bahia (UPB) orienta que as prefeituras economizem mais nos gastos. Segundo o presidente da entidade, Eures Ribeiro, com a greve dos caminhoneiros, a previsão é que haja queda de cerca de até 30% na arrecadação do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias] e do Fundo de Participação dos Municípios [FPM]. 

Nesta terça-feira (29), a paralisação dos motoristas, que ocorre em todo país, completa nove dias. Para Ribeiro, também prefeito de Bom Jesus da Lapa, o orçamento deve ser prioritário para o pagamento dos servidores e fornecedores em dia. “O momento é de apertar o cinto. Nossa previsão é que os repasses de ICMS e do FPM sofram uma queda brusca de até 30%. Então, fazemos esse alerta aos prefeitos de cortar despesas para tentar manter o funcionamento normal dos serviços e o pagamento da folha de pessoal em dia”, declarou Ribeiro.


Fonte: Bahia Notícias
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco