Bahia: Sesab aumenta a cobertura vacinal contra sarampo e poliomielite

No Brasil, só no primeiro semestre de 2018, já foram registrados 1.686 casos de sarampo no Brasil, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto a Bahia fica fora deste levantamento.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em 2011 foi a última vez que o vírus chegou ao estado , quando foi registrado em uma criança francesa, em viagem de turismo a Porto Seguro. Já em Salvador, o último caso confirmado de sarampo foi em 1999.
Apesar da Bahia estas fora da área de risco estão sendo montadas estratégias para elevar a cobertura vacinal. Na última terça-feira (17), gestores das vigilâncias epidemiológicas estaduais e municipais se reuniram a fim de definir o aumento da cobertura vacinal contra sarampo e poliomielite, em crianças menores de cinco anos, nos 417 municípios baianos.
A previsão segundo a Sesab, é que as ações sejam desenvolvidas, principalmente, durante 6 e 31 de agosto, quando acontece a Campanha Nacional de Vacinação contra as doenças. A estratégia, contudo, será iniciada em 20 de julho, nas 63 cidades que tiveram menos de 50% da cobertura vacinal para a pólio.
“Além da vacinação nos postos de saúde, haverá imunização em diversos pontos das zonas urbanas e rurais. Para ajudar a garantir a alta cobertura vacinal, haverá articulação com escolas e creches do território para realizar vacinação programada, unidades de Saúde funcionarão em horários alternativos, será implementada a busca ativa de faltosos pelas unidades de saúde e também será realizada vacinação casa a casa, em feiras, shopping, praças e em outros locais de grande circulação”, explica o órgão.
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco