Canarana: Cidade comemora aniversário de 56 anos de emancipação política

A cidade de Canarana completa nesta segunda-feira (16), o seu 56º aniversário, e a prefeitura preparou uma programação especial para comemorar a data. 
Até o início do século XIX, o território de Canarana, habitado por índios Pataxós, era de propriedade do Conde da Ponte. Com o avanço da ocupação do oeste do Estado da Bahia, estas terras foram adquiridas pela família Miranda, onde estabeleceram a Fazenda Canabrava. Canabrava em linguagem indígena é "cana falsa", uma vegetação vasta às margens do Rio Vereda Romão Gramacho. Por ser área de rota entre os municípios de Xique-Xique, Morro do Chapéu e Seabra, formou-se um povoado nas proximidades da fazenda dedicado a agricultura de feijão, milho, mamona e mandioca, além da pecuária de bovinos, caprinos, suínos e aves. 

Emancipação 

Após incessante luta dos senhores Antenor Dourado Lima, Jonas Marques Pereira, Jose Martins Filho, Vital Guanais da Silva Dourado, Guilherme Pereira de Novaes, entre outros, após terem gastos a importância de aproximadamente Cr$ 20.000,00 (vinte mil cruzeiros), foi realizado um plebiscito em 22 de novembro de 1962 para apreciação popular, onde 3.352 habitantes foram às urnas e com 1.679 votos a favor da emancipação, 1.616 votos contra, 41 votos nulos e 16 votos em branco. Canarana é emancipada por meio da Lei Estadual nº1.715 de 16 de julho de 1962. O Distrito de Canarana foi elevado à município, formado pelos pelos distritos de Canarana, Salobro, Lagoa do Boi e Barro Alto.
Reações: 
O que você achou dessa notícia?
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco