Ibititá: Paulo Dourado é acusado de fazer ameaça de morte contra internauta. Ele nega


A dona de casa Rose Alves de Souza esteve ontem na Delegacia de Polícia de Ibititá para apresentar queixa contra o vereador Paulo Dourado. Ela acusa o parlamentar de tê-la abordado na rua e feito ameaça de morte.
Ela alega que estava indo levar os filhos de 10, 6 e 5 anos para a escola, quando teria sido interceptada pelo vereador, que atravessou o carro em sua frente e começou a questioná-la.  De acordo com a denúncia feita ao Delegado Paulo Ribeiro de Souza, o vereador não estaria satisfeito com as postagens feitas pela denunciante em sua página do Facebook, ao fazer referências à conduta do vereador.
Segundo ela, Paulo a chamou de “vagabunda”, que é defensora do atual prefeito  da cidade (Cafu Barreto) e a ameaçou de morte, fazendo ilações ao caso do assassinato do vereador Ricardo, que fora assassinado no interior do município, em 2012. “Tome cuidado na vida, para não aparecer igual ao vereador Ricardo”, teria dito Paulo Dourado, a Rose, deixando a filha desta, de 10 anos, bastante nervosa.
Atendendo à redação, o vereador Paulo Dourado respondeu por meio de WhatSapp, que a denúncia não corresponde a realidade. “Desde que requeri a revisão do contrato da JGS, que ela passou a me atacar nas redes sociais. A procurei para esclarecer e em nenhum momento fiz ameaça de morte”, nega o verador, afirmando que apenas disse a ela que mentir em redes sociais é crime.
Ouça o áudio:



Fonte: Cultura e realidade



Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco