Dólar opera em queda após as eleições e chega a bater R$ 3,70

O dólar opera em forte queda nesta segunda-feira (8), após os resultados das eleições realizadas no domingo.

 Às 11h29, a moeda norte-americana caía 2,73%, vendida a R$ 3,7494.

 O resultado das eleições causou euforia entre os investidores, levando o principal índice da bolsa brasileira, a B3, a operar em alta de mais de 5%, acima de 86 mil pontos. As ações ordinárias e preferenciais da Petrobras chegaram a subir 12%. "Parte da animação do mercado advém na renovação do Congresso. Essa renovação, independentemente da sigla partidária, dá esperança ao povo", disse à Reuters o diretor de operações da Mirae, Pablo Syper, para quem, no entanto, a volatilidade deve continuar alta até o desfecho das eleições, com as pesquisas ainda ditando o humor do mercado.

 O mercado doméstico operava na contramão do exterior, onde o dólar subia ante a cesta de moedas e ante as divisas de países emergentes. O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de novembro, no total de US$ 8,027 bilhões.

 Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

 Na última sessão, antes do primeiro turno, o dólar fechou em queda de 1,01%, vendido a R$ 3,8547. Foi o valor mais baixo desde o dia 9 de agosto (R$ 3,8023), repercutindo as últimas pesquisas eleitorais e após a divulgação dos dados do mercado de trabalho dos EUA.

 Na semana passada, o dólar acumulou queda de 4,53%. Já no ano, a moeda tem valorização acumulada de 16,33%.
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco