AO VIVO

Irecê: Prefeito, além de R$ 7,75 milhões emprestados, também quer vender bens do município



Por: Eraldo Maciel
A Câmara de Vereadores de Irecê aprovou, na quinta-feira 25, em votação que deverá ser questionada na Justiça, autorização para que o prefeito Elmo Vaz contraia empréstimo de quase R$ 8 milhões – a ser pago ao longo de dez anos, com um ano de carência. Ou seja: o atual prefeito só pagará entre 10 e 12 prestações, de um total de 120. Caso não seja reeleito, a verdadeira conta será paga pelos próximos prefeitos. Mas ele quer aportar mais dinheiro nos cofres da sua gestão.

Projeto de Lei com data do dia 24 deste mês, o PL 24/2018, mas apresentado somente hoje, 29, pela Secretaria da Câmara, solicita autorização para leiloar “bens móveis inservíveis” pertencentes à prefeitura. O prefeito alega que os veículos dão prejuízo com as despesas com manutenção e lembra que o prefeito anterior, Luizinho Sobral, “realizou aquisição de diversos veículos”. Foram 50, no total.
Ao tomar posse, em janeiro de 2017, já no segundo dia de sua gestão ele publicou o Decreto 007/2017, que tratou sobre "a não utilização de veículos recentemente adquiridos pelo Poder Executivo Municipal" e afirma, em seu artigo primeiro, que "os órgãos do Poder Executivo Municipal não deverão utilizar os veículos adquiridos nos últimos dois meses anteriores a este decreto". Agora, ele quer vender veículos por não estarem sendo usados.

Outra vez, como já ocorreu no projeto do empréstimo, o PL 24/2018 é obscuro e o prefeito não apresenta a lista de nenhum dos bens que pretende leiloar. Se aprovado como está, o prefeito teria em mãos autorização para vender qualquer bem móvel hoje pertencente ao município.


Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco