Jair Bolsonaro se vê pronto para debater com o PT: ‘Não tem dificuldade’

Jair Bolsonaro, depois de conquistar 49.275.358 de votos e liderar com folga a disputa pela Presidência, projetou sua campanha no segundo turno em entrevista exclusiva à Jovem Pan. O candidato do PSL, que teve de se afastar das ruas após ser vítima de facada, afirmou que será avaliado pela junta médica do hospital Albert Einstein para ver seus próximos passos.

 De qualquer forma, Bolsonaro disse que não vê problema em participar dos debates – algo que, também por questões de saúde, não aconteceu na primeira parte da campanha: “Acho que dá para participar, estou me sentindo bem, fiquei 20 dias meio alienado do mundo, mas estou me inteirando”.

 Ao falar de seu adversário, Fernando Haddad, o capitão da reserva minimizou o “desafio” de enfrentá-lo: “Afinal de contas, debater com o PT não tem dificuldade. O que o PT fez ao longo de 13 anos acredito que está vivo na memória de todo mundo, não queremos isso de volta. Eu represento, com quem está do meu lado, uma oposição”, analisou.

Ataque de Haddad

Bolsonaro criticou, também, ataque que disse ter sofrido durante a campanha de Haddad no Nordeste. “Haddad levou terror para o Nordeste falando que extinguiria o [Bolsa Família]”, reforçou o deputado. O candidato, no entanto, negou que acabaria com o programa social: “Seria desumanidade cortar”. “Seria desumanidade cortar Bolsa Família”, completou.
Reações: 
O que você achou dessa notícia?

Publicações recentes

Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco