AO VIVO

Os Gomes dão o troco ao PT, no Ceará





Por: ERALDO MACIEL

Não foi à toa que Ciro Gomes, assim que conhecido o resultado do Primeiro Turno da eleição, saiu do país. O seu partido, o PDT, para não ser acusado de omissão, decidiu apenas que não apoiaria Jair Bolsonaro (PSL) "de jeito nenhum" e que daria "apoio crítico" ao PT de Haddad.


O que nem petistas, nem ninguém imaginava, era o significado da palavra "crítico" na declaração de apoio a Haddad. Ontem, em Fortaleza, durante ato da candidatura petista à presidência da República, o mundo político foi sacudido pelas declarações do senador eleito Cid Gomes (PDT), irmão de Ciro Gomes. Num ato considerado corajoso ele fez uso da palavra e disse, discutindo com petistas, inclusive chamando a alguns de "babacas", que o PT "vai perder feio". Foi destruidor. Alguns integrantes do partido (PT), ressaltou o senador eleito, se acham "donos da verdade" e acreditam que "os fins justificam os meios". Nem Lula foi poupado: "Lula está preso, babaca!", disparou Cid a petistas que ensaiaram mantras em favor do ex-presidente.


O partido de Lula contava com o apoio contundente do PDT no Nordeste, especialmente em Fortaleza, único estado onde Ciro Gomes venceu a eleição.

A mágoa do clã Gomes é grande: Ciro Gomes fez todos os esforços para receber o apoio de Lula e do PT à sua candidatura a presidente. No apagar das luzes do prazo para coligações, Lula bateu o martelo em favor de Haddad. Ciro, como se viu, não perdoou.
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco