AO VIVO

Equipe de Rui Costa doa para ajuda a fechar conta de campanha do PT na Bahia

A equipe do governador reeleito da Bahia, Rui Costa (PT), doou dinheiro para a campanha do petista e ajudou a fechar a conta nos últimos dias de outubro, conforme apurado pelo Bahia Notícias.

Ao total, foram doados R$ 111.999,99 entre os dias 23 e 31 de outubro. Nestor Duarte, secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, doou R$ 50 mil. Já Jerônimo Rodrigues (Desenvolvimento Rural) e Fábio Vilas Boas (Saúde) depositaram R$ 10 mil, cada. O presidente da Bahiafarma, Ronaldo Ferreira Dias, também doou a mesma quantia.

O superintendente de Assistência Farmacêutica, Ciência e Tecnologia em Saúde (Saftec), Luiz Henrique Gonzales d’Utra, transferiu R$ 8 mil. O ex-chefe da Casa Civil Carlos Palma de Mello também ajudou a fechar a conta, doando R$ 7 mil. A chefe de gabinete da Sesab, Nelma Carneiro Araújo, doou R$ 5 mil. O assessor especial da pasta, Cassio André Garcia, deu outros R$ 5 mil.

O diretor de Modernização Administrativa (DMA), Diego Cavalcante Teixeira Daltro, deu R$ 4.999,99. O diretor-presidente da Companhia de Ação Regional (CAR), Wilson José Vasconcelos Dias, e o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, doaram R$ 1 mil.

Rui agora somou R$ 7.371.783,58 de receita e R$ 7.282.803,41 de despesa, e ficou com um saldo de R$ 88.980,17. Já a campanha do rival José Ronaldo (DEM) está com R$ 5.155.999,98 de arrecadação e R$ 6.261.948,04 de despesa. Um déficit de R$ 1.105.948,06.


O democrata é o único que aparece com débitos no sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Terceiro em valor investido na campanha, João Santana (MDB) recebeu cerca de R$ 3,3 milhões para divulgar seu nome, e gastou cerca de R$ 7.404,65 a menos do que ganhou.

Já Marcos Mendes (PSOL) já comprovou que usou cerca de R$ 47 mil no pleito, mesmo tendo arrecadado mais de R$ 112 mil. Célia Sacramento (Rede) recebeu R$ 50.301,15, exatamente o valor que gastou durante o período eleitoral. De acordo com os dados repassados para o TSE, João Henrique (PRTB) gastou apenas R$ 500 na campanha, mesmo tendo arrecadado R$ 1,5 mil. Orlando Andrade (PCO) recebeu R$ 600 do partido, mas até agora não declarou ter gastos de campanha.

Fonte: Bahia Notícias
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco