AO VIVO

Irecê: Com prefeitura que arrecada mais de R$ 550 mil por dia útil, população clama por saúde



Por: Eraldo Maciel
Entre janeiro de agosto deste ano a prefeitura de Irecê apresentou receitas de nada menos do que R$ 94.441.309,36. Dividindo-se por meses, são R$ 11.805.163,67/mês. Ou seja, a cada dia, incluindo sábados, domingos e feriados, a gestão do atual prefeito recebeu R$ 388.647,36. Se computarmos apenas os dias úteis, o valor impressiona ainda mais: foram 171 dias, o que significa que a cada dia de trabalho a prefeitura recebeu em seus cofres nada menos do que R$ 552.288,35. Por dia. Não estão computados os valores oriundos de convênios/emendas.

SAÚDE
É grande o número de pessoas que ligam diariamente para os programas jornalísticos da Irecê Lider FM clamando por atendimento na área de saúde. Muitos esperam há meses por exames que podem significar a diferença entre a vida e a morte; outros aguardam consultas requisitadas como “urgentes” – mas que na hora de marcar o procedimento são informados que não há vagas e que as filas de espera para prioridades estão muito grandes. Há PSFs sem médicos; há queixas de falta de medicamentos básicos, como para o controle da pressão arterial. 

Durante a campanha eleitoral de 2016, a Saúde recebeu discursos contundentes do então candidato e hoje prefeito. PSFs funcionariam 24h do dia; o hospital municipal seria reformado e ampliado; não faltariam médicos, nem enfermeiros, nem técnicos.

GOVERNO DO PICHE
Parece obsessão, mas o prefeito faz absoluta questão de só alardear que está construindo pavimentação asfáltica em ruas da cidade ou outras obras de infraestrutura. Praticamente todas com o dinheiro liberado através de emendas de parlamentares. Diante da cobrança de populares a respeito do que estaria sendo feito com a verdadeira fortuna que a prefeitura arrecada todos os dias, na terça-feira (05), seguidores do alcaide “anunciaram” em redes sociais algumas obras que teriam sido realizadas com recursos próprios.

Outra vez fica claro que a atual gestão tem uma única prioridade: infraestutura. Quase todas as obras relacionadas são de “pavimentação”, “drenagem”, “canalização de esgotos”... Nenhuma palavra foi direcionada à Saúde ou à Educação, por exemplo. Há vários registros de pavimentações que, poucos dias após concluídas, já apresentaram problemas como rachaduras e até buracos.

EMPRÉSTIMO E LEILÃO
No último 25 de outubro, em sessão bastante tensa, a Câmara de Vereadores de Irecê aprovou autorização para o prefeito contratar empréstimo de cerca de R$ 8 milhões, o primeiro em 35 anos. O prazo para pagamento é de 10 anos, com um ano de carência. E para que gestor precisa do empréstimo? Para fazer pavimentação.
Outro projeto em tramitação no Legislativo pede autorização para a prefeitura poder vender “bens móveis” do município. Ou seja: veículos serão vendidos. E o prefeito já deu a entender que serão veículos seminovos.

Há dinheiro para asfalto. Para praças. Mas faltam medicamentos nos PSFs e nem dinheiro para o tradicional Desfile Cívico de 7 de Setembro a prefeitura teve. Bombeiros Civis também reclamam do não recebimento por serviços prestados no São João de 2018.
Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco