AO VIVO

Movimento de professores, alunos e população pede por reforma do Colégio Estadual de Serrolândia


Um movimento vem crescendo bastante em Serrolândia, cidade composta por 13.347 pessoas, de acordo com informações do IBGE – Instituto de Geografia e Estatística – de 2018. Denominado de REFORMA JÁ, as manifestações têm como principal objetivo buscar do Governo do Estado, a realização de uma grande reforma no Colégio Estadual de Serrolândia, instituição de ensino de grande tradição na cidade.
Fundado nos anos 60, a citada unidade de ensino, de acordo com o professor Carlos Augusto, conhecido por Carlinhos, profissional da unidade, mediante participação através do Jornal Transamérica 2ª edição, dessa quinta-feira, 01 de novembro, que a última reforma realizada na citada unidade de ensino, foi no ano de 1995; exatamente a 23 anos. “O Colégio Estadual de Serrolândia representa uma grande história da educação de Serrolândia e diante dos graves problemas que vem sendo registrados na sua estrutura física, tais como: problemas na força, nos banheiros, no telhado, (as chuvas estão chegando e nós estamos preocupados com o que possa acontecer), dentre outras situações que vem interferindo diretamente no bem estar da unidade de ensino, nasceu a necessidade de realizarmos essa campanha nas redes sociais, na imprensa regional e da capital, em busca de respostas do Governo do Estado, quanto aos problemas do Colégio Estadual de Serrolândia”, colocou Carlos Augusto, professor de influência na educação de Serrolândia.
O professor informou ainda que foi realizada uma grande manifestação em Serrolândia, na tarde dessa quinta-feira, envolvendo professores, alunos, membros da comunidade, com mais manifestações previstas para os próximos dias até que o Governo do Estado se manifeste em relação aos graves problemas que vive o Colégio Estadual de Serrolândia. “Chegamos a receber uma equipe da Secretaria de Educação do Estado, que mediram tudo, olharam tudo; um levantamento minucioso da real situação da unidade de ensino, mas ficou apenas na promessa, assim como muitas outras; com a situação se agravando a cada dia, o caminho que temos é mobilizar a imprensa, mobilizar principalmente o Governo do Estado, em busca de soluções”, colocou Carlos Augusto.
Perguntado se a situação física do Colégio interfere no bem de professores e alunos, o professor respondeu que não deixa de interferir, mas mesmo com os problemas citados, professores e alunos tem desempenhado suas funções e procurando a cada dia superar os problemas.
Toda a comunidade espera ansiosamente por resposta do Governo do Estado. REFORMA JÁ é o grito de guerra do povo de Serrolândia.


Reportagens recentes:

Deixe um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco