Menu Mobile 1

Menu Horizontal Fixo

Menu Horizontal Relativo

Cerb anuncia reforma no núcleo de Irecê e encerra ano com serviços realizados em Utinga e Barra

25/12/2018


A Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento (Cerb), empresa da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), implantou 803 sistemas de abastecimento de água e perfurou 742 poços tubulares em 2018. Os números foram apresentados junto aos colaboradores, no auditório da empresa, na última quarta-feira (19). Na ocasião, o chefe de gabinete da Cerb, Andrevan Santanna, destacou os resultados e as metas para o próximo ano.
Já o presidente da Cerb, Marcus Vinicius Bulhões, ressaltou que as vitórias e as conquistas são resultado do trabalho de todos os colaboradores. Entre os destaques de 2018, a execução de serviços de recuperação da Barragem de Cabaceira do Rio, no município de Utinga; elaboração de projeto de duas barragens nos municípios de Rio do Pires e Tapiramutá; estudo de estabilidade para elevação de capacidade de reservatório da Baragem de Pedras Altas.
Destaque também para a elaboração do termo de referência para realização de Revisão Periódica de Segurança de Barragens (RPSB) e elaboração de Plano de Ação de Emergência (PAE) para as barragens de Apertado, França, Gasparino e Pedras Altas. Foram realizadas ainda 42 visitas de inspeção em 23 barragens, sendo elaborados 42 relatórios técnicos de segurança e 26 planos de contingência revisados.
Para intensificar o eixo de ação no segmento de abastecimento de água, a Cerb concluiu dez projetos com 4.565 ligações domiciliares; dois projetos fiscalizados para reforço da irrigação de Ponto Novo e controle de processos erosivos em Itacoatiara e Curralinho, no município de Barra. Além disso, foram feitas 31 visitas técnicas e 132 áreas encaminhadas para decretos de desapropriação.
A Cerb elaborou 54 orçamentos, envolvendo recursos da ordem de R$ 481 milhões do Banco Mundial, Ministério da Integração, Funasa, Codevasf, Sudec, Incra e Funcep. Com objetivo de agilizar os processos orçamentários, foi implantado um novo software denominado 'Compor 90', que absorveu as informações do Banco de Dados de Perfuração de Poços, Trabalho Técnico Social e Obras de Engenharia do sistema Solum.
Também foi desenvolvido e implantado pelos engenheiros Nelson Lima e Luiz Philipe o 'Programa Curva ABC' de insumos e serviços. Essa ferramenta possibilitará a gestão de inconsistências nos orçamentos de obras públicas.
A empresa também se destacou na execução de testes de bombeamento em poços tubulares, perfazendo um total de 750. Recuperou ainda 40 poços que estavam desativados e locou mais 814, além de realizar 853 análises físico-quimicas. Com a finalidade de agilizar os serviços, a Divisão de Manutenção, do Departamento de Hidrogeologia, instalou novos equipamentos no valor de R$1,2 milhão.
Reformas
Na área administrativa, diversas ações foram implantadas para melhoria da qualidade dos colaboradores. Os núcleos regionais de Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista foram totalmente reformados. Já os núcleos de Caetité e Irecê passarão por reformas e a ordem de serviço no valor de R$ 320 mil já foi expedida.
A Cerb foi uma das primeiras empresas a implantar o Sistema Eletrônico de Informações (SEI). O programa promove redução de custos e os ganhos ambientais são proporcionados pela redução do consumo de 100% de papel, além de proporcionar mais agilidade e transparência.
Perspectivas
Para 2019, a Cerb pretende implantar 500 sistemas de abastecimento de água e realizar a perfuração de mais 500 poços tubulares, na zona rural da Bahia. Uma das metas é a conclusão da Barragem de Baraúnas, no Rio Cochó, município de Seabra, que vai beneficiar mais de 60 mil pessoas. O empreendimento vai aumentar o horizonte de opções de desenvolvimento socioeconômico das comunidades. Além disso, a construção da barragem está associada aos benefícios ambientais, pois após a sua implantação, ela deverá regularizar as vazões da jusante do rio, entre outras benfeitorias.
Para elevar a capacidade de armazenamento de água na Barragem de Pedra Altas, a Cerb em 2019 vai implantar o sistema fusegate, que é um passo importante na segurança hídrica, pois aumentará a oferta de abastecimento de água para o consumo humano e áreas irrigadas. Além disso, irá recuperar 15 barragens e elaborar planos de segurança para outras nove.
Fonte: Ascom/Cerb

Publicações recentes

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2019 | Desenvolvido por Junior Pacheco