Irecê: De olho em 2020, vereador Figueredo pode assumir Secretaria Municipal de Infraestrutura

09/02/2019

O ex-presidente da Câmara e vereador, Rogério Amorim, popularmente conhecido como Figueredo, pode assumir a secretaria municipal de infraestrutura. A manobra daria espaço para a posse de Arestides Dourado Junior (Borisco), que obteve 796 votos na eleição de 2016, mas não obteve êxito.
A informação sobre o convite para assumir o secretariado foi confirmada pelo próprio Figueredo, mas afirmou: “ainda estou estudando a possibilidade”.
Borisco assumiria também o lugar de atual líder da situação, substituindo o vereador Tertuliano Libório (Tertinho) e o sobrinho do prefeito, Elmo Vaz, que atualmente é o secretário de infraestutura, Paulo Eugênio Matos Amaral, seria recolocado em outro posto, dando espaço para Figueredo. É importante relembrar, que a recondução de Paulo Eugênio gerou grande imbróglio judicial, pois na época o prefeito foi acusado da prática de nepotismo e o sobrinho teve que ser afastado da pasta. O prefeito alegou em seu favor que, além de ter formação em engenharia cívil, Eugênio ocupava um “cargo de natureza política”, no caso secretário de infraestrutura. O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Gesivaldo Britto, relator do pedido de suspensão da liminar promovida pelo prefeito, na ocasião, chegou a não acolher o pleito, justificando que “As determinações contidas na decisão hostilizada, ao contrário de ofender os bens jurídicos tutelados pela norma de regência, antes protege o interesse público, porquanto objetiva, no legítimo exercício do controle judicial dos atos administrativos, promover, por parte da gestão municipal, a observância aos princípios constitucionais da legalidade, da moralidade e da impessoalidade, inerentes à administração pública".
Diferente de outros parentes que foram afastados acusados pela prática de Nepotismo, Paulo Eugênio conseguiu judicialmente a decisão pela recondução ao cargo, que atualmente ocupa.
A estratégica de Figueredo assumir a pasta, segundo os bastidores da política, seria uma forma de manter em destaque o trabalho do vereador à frente da secretaria, apontado como nome provável para a sucessão municipal. Comenta-se que o prefeito Elmo Vaz, estaria preocupado com a rejeição ao seu governo e não teria intenção de disputar as eleições 2020. Já Borisco, assumindo como líder da situação, seria uma tentativa de alavancar a gestão de Vaz e melhorar sua avaliação.

Foto: Pascoal Ferreira
Fonte: Líder Notícias

Publicações recentes

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco