Uibaí: Voluntários ministram aulas gratuitas para concurso da PM na Vila de Hidrolândia

04/02/2019

Após o Governador do Estado, Rui Costa, anunciar que a Polícia Militar do Estado da Bahia vai abrir um novo edital de concurso neste ano, baianos iniciaram a preparação para participar do processo seletivo.
Os cursinhos preparatórios costumam variar entre R$200 até R$800,00, mas em Uibaí, um advogado resolveu, voluntariamente, compartilhar o conhecimento e iniciou a ministração de aulas gratuitas para a comunidade da Vila de Hidrolândia em Uibaí, afim de oportunizar aos concurseiros, a possibilidade de realizar o sonho da aprovação no concurso.
O advogado, Edinaldo Alecrim Machado, teve atitude de dar aulas, após a sugestão de três alunos.
“No final do ano passado, três jovens me perguntaram se eu poderia lhes dar uma ajuda nas disciplinas de direito que são cobradas no concurso da PM, pois pretendiam fazer a prova, mas não teriam como comprar um curso on-line ou ir a Irecê para fazer um curso presencial.Eu resolvi que uma ajuda a eles poderia ser uma ajuda a mim mesmo, pois ministrando aulas para eles eu teria um incentivo para voltar a estudar disciplinas que não estudava desde a faculdade. Falei com eles que daria a ajuda que eles estavam precisando, só que esta ajuda não seria só a eles, pois imaginei que assim como eles deveria ter outras pessoas com os mesmos problemas”, diz.
O advogado anunciou nas redes sociais que daria as aulas gratuitas de direito para aqueles moradores de Uibaí e Hidrolândia que estavam pretendendo fazer o concurso da PM. Após dois dias, já tinham mais que 50 pessoas interessadas.
“No nosso grupo atualmente temos 72 interessados, que sempre que podem estão indo as aulas. Como parte dos alunos são de Uibaí e as aulas estão sendo ministradas em Hidrolândia, nem todos conseguem comparecer diariamente, mas estamos com uma média diária de 40 alunos em sala de aula e a procura só aumenta.”, afirma.

Para ministrar as aulas, Edinaldo, ressalta que contou com a colaboração da administração pública do Município, que disponibilizou um espaço físico. As aulas tem ocorrido em uma sala, localizada na Escola Sossego da Mamãe até que fosse terminado a reforma na Escola Riacho de Areia.
“Minha ideia inicial era ministrar aos alunos todas as disciplinas de direito, e tentar buscar junto aos colegas advogados uma força para que uma vez ou outra algum pudesse nos dar umas aulas”.
As aulas, que tiveram inicio dia 28, ocorrem diariamente das 19 às 21:30. O advogado, Alvaro Carvalho, também dispôs a ser voluntário, ministrando sobre a teoria do crime e iter criminis.  
“Durante esta primeira semana eu continuei buscando parceria com pessoas que estejam dispostas e com tempo para doar um pouco de seu conhecimento. Já confirmamos aulas de português, Redação, Geografia, História, além de outros colegas que confirmaram sua presença para ministrar aulas de Direito Penal, Direito Administrativo, Direitos Humanos e Direito constitucional”, enfatiza.


Edinaldo diz que sua trajetória profissional necessitou de muita determinação e esforço. Graças a uma bolsa de estudos pode estudar, concluir o curso de direito e hoje exercer a profissão de advogado. Conhecendo de perto as dificuldades de prosperar na vida através de uma ocupação profissional, busca em seu exemplo, que outras pessoas venham usufruir da mesma oportunidade de ascensão profissional através dos estudos.
“Para filhos de trabalhador rural estudar é sempre um desafio. Só estudei por ganhar bolsa de estudo, pois meus pais não tem condições de arcar com despesas de um curso de direito. O material que usei para me formar foi o material da biblioteca da faculdade”, conta.
O advogado sente-se satisfeito, em saber que outras pessoas solidarizam com a causa e estão dispostas também ajudar o próximo, doando um pouco do seu tempo e compartilhando conhecimento.
“Estou muito feliz em ver que não estou só nesta luta, em saber que tem muita gente disposta a fazer uma boa ação, a ajudar que pessoas que estão em situação financeira desfavorável, mas que estão com planos de mudar de vida através do estudo”
Edinaldo sugere que os poderes públicos municipais, possam ofertar esse tipo de curso a população.
“Estou tão empolgado e feliz em saber que existe pessoas dispostas a estudar, e que não o fazem por falta de oportunidade que penso que as prefeituras Municipais deveriam ter cursos preparatórios para concursos o tempo todo ativo, pois acaba sendo uma forma de gerar empregos para os seus munícipes, pois ainda que um aprovado vá trabalhar em outro município, dificilmente se desligará de suas raízes, trazendo para o Município de origem todo o dinheiro que ganha fora dele. Continuaremos com as aulas e a única coisa que cobro dos alunos é dedicação, pois tenho plena consciência de que somente as aulas não garantirão aprovação de nenhum deles, mas ajudará muito aos que de fato estão estudando”. 

Concurso da PM



  • Um dos grandes atrativos do Concurso PM BA é o salário inicial de 2.585,05 (conforme último concurso).
  • Os candidatos só terão a necessidade de ter ensino médio para concorrer ao cargo, diferente de alguns estados que já estão solicitando o ensino superior.
  • Ainda não saiu o edital do concurso, então, até a liberação do documento e a prova, o futuro candidato terá um longo período para se preparar.
  • O profissional que entra na Polícia Militar da Bahia irá evoluir tanto profissionalmente como na vida pessoal. O trabalho árduo do dia a dia faz que o candidato cresça rapidamente na profissão.
  • Muitas pessoas buscam o serviço público para ter estabilidade.
  • O concurso tende a oferecer alguns benefícios que vão desde o fardamento, alimentação, assistência médica e odontológica até a gratuidade em transporte público e ensino superior.
  • Mesmo trabalhando por um longo período, o profissional terá um dia de folga após o plantão, além de férias e licenças aos finais de semana e feriados.

Publicações recentes

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco