Menu Mobile 1

Menu Horizontal Fixo

Menu Horizontal Relativo

Coronel encurrala Moro e conclui: “ministro não quer esclarecer os fatos”

20/06/2019

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) não ficou satisfeito com as explicações apresentadas pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.
Depois que Coronel apresentou requerimento para que Moro viesse ao Senado, o ex-juiz se ofereceu para vir explicar o vazamento do que seriam conversas entre ele o procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, chefe da operação Lava-Jato.
“O ministro não quer esclarecer os fatos, deixando o país nesse sangramento”, resumiu Angelo Coronel a impressão que teve sobre o que disse Sérgio Moro à CCJ.
O senador quis saber se Moro autorizaria o Telegram a divulgar suas mensagens e o ministro respondeu que elas não existem mais, explicando que não usa o aplicativo desde 2017, mas não deixou claro se deletou as suas conversas antes de parar de usá-lo.
“Nos servidores do Telegram, que ficam na Rússia, eles ficam com as mensagens arquivadas de todo mundo, todo cidadão que participa do Telegram. Eu não quero o celular do ministro Moro, eu quero o conteúdo das mensagens, que está arquivado na Rússia” insistiu Angelo Coronel
O senador perguntou, duas vezes, se Moro recomendaria ao procurador Deltan Dallagnol entregar as mensagens trocadas com ele, mas o ministro não respondeu.
“Se ele está se esquivando em autorizar o Telegram a divulgar as mensagens e a pedir que o Dallagnol faça o mesmo, fica caracterizado que tem culpa no cartório”, acredita Coronel, acrescentando que “se forem comprovadas essas mensagens, ele (Moro) agiu com total parcialidade. Ele não foi juiz, ele foi parte. Se forem comprovadas essas mensagens, ele agiu em conluio com o Ministério Público”.
Angelo Coronel deixou claro que não faz críticas à Lava-Jato, reconhecendo que a operação reduziu muito a corrupção, “mas estamos focando na maneira como está se agindo. O que nós queremos saber é se as mensagens que ele trocava com o Dallagnol são ou não verdadeiras”, argumenta o parlamentar baiano.
Para o senador, Moro é quem desvirtua os fatos ao dizer que querem acabar com a operação.
Fonte: Informe Baiano

Publicações recentes

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2019 | Desenvolvido por Junior Pacheco