Grupo J. Sidney
Emissoras de Rádio
Outras empresas
Grupos WhatsApp
Quem somos
O Líder Notícias é mais um projeto do Grupo J. Sidney de Comunicação. Nosso compromisso é levar informação com credibilidade para toda a região de Irecê e muito além, através também dos nossos canais nas redes sociais.
Contrate
Irecê e Região Jacobina Ruy Barbosa Morro do Chapéu Bahia Política Educação Cultura Polícia Saúde

Menu Mobile 1

Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Exaltado, Bolsonaro se diz vítima de “patifaria” da globo e acusa Witzel de vazamento

30/10/2019


Após reportagem do Jornal Nacional de ontem (29), o presidente Jair Bolsonaro fez uma live pelo Facebook, de pouco mais de 20 minutos, em que aparece exaltado criticando a relação feita a seu nome no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. Em um quarto de hotel em Riad, na Arábia Saudita, pouco antes das 4h da madrugada, hora local, Bolsonaro disse que está sendo vítima de uma “patifaria” da Globo, que está “trabalhando para derrubá-lo”. O presidente, que estava em Brasília no dia em que ocorreu o assassinato, negou que teria autorizado Élcio Queiroz a entrar em sua casa. Reiterou que sua esposa, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, tampouco, não permitira a entrada de um “estranho” no condomínio Bolsonaro se colocou à disposição o delegado que comanda o caso na Polícia Civil do Rio para colocar “em pratos limpos” aquilo que “está acontecendo”. Ele ainda acusou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), seu ex-aliado, de vazar informações sobre a investigação com a intenção de prejudicá-lo. “Esse processo está em segredo de justiça. Como chega na Globo? Quem vazou para a Globo? Segundo a Veja, quem vazou foi o seu governador Witzel. Ele que explique. O que cheira isso aqui? O que parece? Que ou o porteiro mentiu ou induziram o porteiro a produzir falso testemunho. Ou escreveram algo no inquérito que ele não leu e assinou embaixo em confiança ao delegado ou a aquele que foi ouvi-lo na portaria”, apontou. Bolsonaro não poupou críticas a Globo. Disse que não conversaria mais com a TV da família Marinho, fez ameaças à renovação da concessão pública em 2022 e chamou, por diversas vezes, os profissionais de “canalhas” e “patifes”. “Deixem eu governar o Brasil”, apelou.

Leia Também

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco