Menu Mobile 1

Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Na Alba, Jacó pede um minuto de silêncio em memória do sanfoneiro Zé Bigode

21/10/2019

“O território de Irecê está de luto”. Assim o deputado estadual Jacó (PT) descreveu na tarde desta segunda-feira (21), em discurso proferido na sessão ordinária da Assembleia Legislativa da Bahia, o sentimento de tristeza pela perda precoce, aos 72 anos, do sanfoneiro José Elias dos Santos, mais conhecido como Zé Bigode. Jacó pediu um minuto de silêncio em memória do músico e em solidariedade à família, aos amigos e prefeito Elmo Vaz.
Nascido em Pernambuco, o sanfoneiro fazia parte da cultura de Irecê e morreu no sábado, vítima de um infarto, deixando uma legião de admiradores que puderam conviver com o seu talento e simplicidade. “O popular Zé Bigode era uma figura do bem extraordinária”, disse Jacó, que também lembrou a alegria de ter sido ele imortalizado, em 2017, com o nome de um dos circuitos do São João do município (o antigo Mercadão). Seu enterro, no domingo, foi seguido por uma multidão e cercado de homenagens.
Zé Bigode radicou-se em Irecê no final dos anos 1970. Autodidata, comprou uma sanfona, mas carreira mesmo só nos anos 1990, “já velho de idade”, dizia. Conciliando a arte com o trabalho na roça, começou a cantar inspirado no mestre Luiz Gonzaga. Ao receber a homenagem da Prefeitura de Irecê em 2017, comentou: “Pra mim foi uma consideração ser homenageado com esse circuito, pra mim é a cidade-mãe, Irecê, fui criado aqui”.
As informações são da Ascom/Deputado Jacó

Leia Também

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco