Menu Mobile 1

Menu Horizontal Fixo

Menu Horizontal Relativo

Pesquisa gera polêmica em Presidente Dutra e expõe favoritismo de Robertão

23/10/2019


Mais uma pesquisa aponta o favoritismo do ex-prefeito de Presidente Dutra, Roberto Carlos Alves de Souza (Robertão), contra o seu principal opositor, o professor Pedro Rocha, que perdeu nas últimas eleições para o atual prefeito Silvio Mario de Almeida (Silvão) nas eleições de 2016.
A nova pesquisa foi realizada pelo instituto Âncora – Pesquisas e Marketing, com sede em Salvador, nos últimos dias 17 e 18, na sede e povoados. A pesquisa entrevistou 250 pessoas e a sua margem de erro, para mais ou para menos, é de 3%, com 95% de acertividade.
A pesquisa avaliou o governo do prefeito Silvão, considerado para 22,3% como “ótimo” e “bom”, enquanto 35,3% avaliam como “regular” e 38,8% o consideram “ruim” ou “péssimo”. Não souberam descrever, 3,6%.
Quando os entrevistadores buscaram saber a tendência de voto, em modo espontâneo, através do qual não são apresentadas alternativas de nomes, Robertão é o preferido de 38,1% e Pedro Rocha é candidato desejado para 11,9%. Considerando que “Pedrinho”, que aparecer no resultado, é mesmo Pedro Rocha, seu desempenho chega a 13%. As pessoas que não vão votar em ninguém, somaram 14,4% e os que não souberam responder, 30,6%. Outros nomes aparecem, com preferência entre 0,4% a 0,7%.

Na consulta de preferência de voto, em modo estimulado, com apresentação de nomes, foi feito apenas uma confronto direto, entre os dois melhores desempenhos da pesquisa. Neste novo formato, Robertão alcançou 56,8% e Pedro Rocha 30,2%. Não souberam ou não souberam responder, brancos e nulos, somam 13%.
POLÊMICA
O nome de “Erasma”, que aparece no modo espontâneo, levou opositores de Robertão a questionar o resultado da pesquisa realizada pela Âncora, nas redes sociais de Presidente Dutra, alegando que o surgimento deste nome seria um indicativo de fraude da pesquisa. Ocorre que, em se tratando de método para manifestação espontânea de preferência, pode surgir qualquer resposta, desde a citação do próprio nome do entrevistado, ou um manifesto de protesto, em que o eleitor abordado pelos pesquisadores, pode indicar nomes de personagens ou até mesmo de animais domésticos, dentre outros. Isso não caracteriza fraude, pois o entrevistador, em campo, deve anotar a resposta dada pelo entrevistado, tal como ela é dada.
Por outro lado, o resultado de 0,4% representa apenas um entrevistado, uma vez que foram feitas 250 abordagens, quantidade tecnicamente suficiente para apontar resultados de uma pesquisa eleitoral em colégio similar ao de Presidente Dutra. O percentual não afeta o resultado geral, considerando que está bem abaixo da margem de erro prevista, que é de 3% para mais ou para menos.
Considerando esta margem, negativamente para o primeiro colocado, este teria, no modo espontâneo, 35,1% e o segundo colocado, considerando ainda a soma de Pedro Rocha e Pedrinho, teria 16%, ou seja uma diferença inalcançável pela suposta “fraude” com a presença da “Erasma”.
Portanto, a exemplo do que vem sendo apontado por outras pesquisas, Robertão demonstra crescimento de preferência de voto, enquanto Pedro Rocha estacionou, e, em alguns casos, tem reduzidos os seus indicadores.
Assim, neste momento, segundo dados de diferentes institutos, Robertão inicia a sua pré-campanha como franco favorito.
Fonte: Joanderson Aleixo Marques – Engenheiro de Produção com especialização em Análise de dados e desempenho

Publicações recentes

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2019 | Desenvolvido por Junior Pacheco