Menu Mobile 1

Menu Horizontal Fixo

Menu Horizontal Relativo

Lapão: Prisão do acusado de mandar matar Rafaela é decretada

27/11/2019


Por: Líder Notícias


Segundo informações exclusivas apuradas pela nossa equipe de reportagem, acabou de ser decretada a prisão preventiva do fisioterapeuta Alfredo Victor Oliveira Mattos, acusado de ser o mandante do assassinato da jovem Rafaela Gomes de Souza de 27 anos.
Em contato com a nossa equipe, o delegado Geraldo Vilaboim informou que a polícia está tentando localizar os acusados e que a prisão preventiva foi decretada pelo juiz, mas até o momento Victor e Eriton não foram localizados. 
O fisioterapeuta Alfredo Victor em depoimento confessou ter sido o mandante do crime e afirmou em depoimento que estava mantendo um relacionamento extraconjugal com a jovem que estava ameaçando contar para a esposa do acusado sobre o caso. 
Pensamento em se livrar da jovem, Victor então encomendou a morte pelo valor de R$4mil reais a um ex-presidiário e funcionário público chamado Eriton Dias, que executou o crime. Uma terceira pessoa participou da execução, mas ainda não tem o nome identificado desse comparsa que seria amigo de Eriton.
A hipótese que Rafaela estava grávida foi descartada pela polícia. Rafaela Gomes de Souza, estava desaparecida há seis dias da comunidade de Vila Castro, em Lapão, na região de Irecê, foi assassinada.
Até o momento não foi encontrado o corpo da vítima. A polícia fez buscas até a madrugada no lixão em Irecê, mas não conseguiu encontrar. A mãe dela contou que a jovem desapareceu após receber uma ligação, na noite do dia 21.
Em depoimento o fisioterapeuta apresentou três versões. A primeira que havia encontrado a jovem e entregue um dinheiro que ela havia pedido emprestado, mas que se despediram e não teve mais notícias. A segunda de que dois elementos haviam sequestrado os dois e que ele não revelou a polícia por medo. Após várias contradições nos depoimentos, ele acabou confessando o crime a autoridade policial e na presença do seu advogado. 
Ainda segundo a polícia, o fisioterapeuta, que é casado, teria contratado o porteiro do hospital de Lapão, identificado como Erito Dias, o Rato (à direita da imagem), para assassinar Rafaela e esconder o corpo. Ao ver a movimentação na delegacia e saber da confissão do acusado, Eriton Dias fugiu. 

Publicações recentes

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2019 | Desenvolvido por Junior Pacheco