Menu Mobile 1

Menu Horizontal Fixo

Menu Horizontal Relativo

Parte da ala bolsonarista do PSL não seguirá com o presidente em um novo partido

01/11/2019

A ala bolsonarista do PSL conta com 31 deputados federais, atualmente. No entanto, de acordo com fontes do BNews ligadas ao grupo, nove parlamentares não seguirão com o presidente Jair Bolsonaro na possibilidade de criarem um novo partido. Nesta quinta-feira (31), o BNews teve acesso a lista dos apoiadores e dos possíveis dissidentes.
Os nove possíveis dissidentes são vistos com desconfiança pelo grupo. Coronel Chrisóstomo, Enéias Reis, General Peternelli, Guilherme Peixoto, Léo Motta, Luiz Lima, Marcelo Brum e Ricardo Pericar podem se aliar com os bivaristas por cargos dentro do partido. 
Já os considerados do “núcleo duro do presidente”, os 22 deputados federais acompanhariam Bolsonaro em um novo partido: Bibo Nunes, Ale Silva, Aline Sleutjes, Bia Kicis, Carla Zambelli, Carlos Jordy, Caroline Toni, Cristiane Tonietto, Daniel Freitas, Daniel Silveira, Eduardo Bolsonaro, Eliéser Girão, Fabiana Silva de Souza, Filipe Barros, Junio do Amaral, Hélio Lopes, Luiz Ovando, Luiz Armando Schroeder, Luiz Philippe de Orléans e Bragança, Márcio Labre, Sanderson e Vitor Hugo.
Nos últimos dias, a criação do Partido da Defesa Nacional foi colocada como alternativa para saída do presidente do PSL. No entanto, nesta quinta-feira, de acordo com a Veja, aliados de Jair Bolsonaro não gostaram da sugestão do nome. A ideia é retirar a palavra “partido” e seguir a mesma tendência utilizando palavras temáticas. Neste caso, o “Conservadores” entra na lista.
Fonte: B News

Publicações recentes

Deixe um comentário

Reportagens recentes:
Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2019 | Desenvolvido por Junior Pacheco