COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Morro do Chapéu: Estudantes ampliam viveiro de mudas nativas para o reflorestamento da região

24/01/2020

Os estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional (CETEP) da Chapada Diamantina II, localizado no município de Morro do Chapéu, no Centro Norte da Bahia, ampliaram o viveiro de mudas instalado na unidade escolar, para o cultivo e distribuição de espécies de plantas nativas para o reflorestamento da região. 
O espaço serve como laboratório para os estudantes dos cursos técnicos em Agroecologia, Meio Ambiente e Agropecuária, onde são realizadas aulas práticas e, também, as vivências de estágio. A unidade escolar agora conta com mais um espaço, implantado no ano passado, que possui um sistema de captação de água da chuva com caixa d’água e bomba solar para molhar as plantas. Neste novo viveiro estão sendo plantadas plantas frutíferas como goiaba, cacau, araçá, ingá, gabiroba e outras. Outro espaço destinado às aulas práticas é a horta escolar, onde os alimentos cultivados são utilizados como complemento na alimentação escolar. 

O ex-estudante do CETEP e técnico em Agropecuária, João Pedro de Souza, 21, é o responsável pela manutenção dos viveiros. Além de cuidar do espaço, ele também orienta os estudantes nas aulas de campo. “Precisamos ter uma preocupação maior com o nosso planeta e com um simples gesto podemos combater o desmatamento através do incentivo ao reflorestamento. Gosto muito de passar um pouco do meu conhecimento para os estudantes, que aprendem sobre plantio, adubação, compostagens, inseticidas e bactericidas naturais, dentre outros assuntos”, explicou o técnico, que também informou que em 2019 foram distribuídas 1.750 mudas para a Enel e 150 para a comunidade. Mesmo durante o período de férias escolares, o estudante do curso técnico em 

Agropecuária, Valber de Araújo Reis, 18, continua frequentando, durante quatro dias na semana, no turno matutino, o estágio realizado nos viveiros. “Estou aprendendo muito, pois tenho a oportunidade de colocar em prática todo o conteúdo teórico visto no curso e isso é muito bom para a minha formação”, disse o estudante. 

O viveiro é fruto de um projeto realizado em parceria com a empresa de energia renovável Enel Green Power e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industria (SENAI). As sementes das plantas são disponibilizadas pela própria Enel Green Power que, depois das mudas crescidas, as adquire para viabilizar os plantios em áreas da região, a exemplo do Parque Eólico. Além disso, os estudantes também fazem doação para a população local. 

Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco