COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

ACM Neto rebate declaração de Barbosa de que número de ambulantes aumentou brigas

24/02/2020



O prefeito ACM Neto rebateu o secretário de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Maurício Barbosa, que associou o número de brigas no Circuito Dodô (Barra-Ondina) a um eventual aumento do número de ambulantes licenciados para o Carnaval 2020. Em entrevista a Record Bahia, Barbosa sugeriu que houve a liberação de mais licenças para ambulantes durante a Folia de Momo. 

“Acho que o secretário está aí há muito tempo. Não há nenhuma mudança, nenhuma diferença. Os ambulantes que foram licenciados esse ano são os mesmos, em termo de quantidade, que foram licenciados no ano passado. A disposição dos isopores é a mesma dos anos anteriores. Não há nenhuma novidade, não há nada que tenha mudado em relação ao ano passado”, criticou ACM Neto, em coletiva nesta segunda-feira (24). 

Segundo o titular da SSP-BA, o Carnaval de 2020 teve a formação de “barreiras de isopores”, que atrapalhavam a circulação de pessoas. “A entrega do kit com sombreiro nos trouxe uma tensão maior, pois parte desses sombreiros estão sendo usados no momento da confusão como uma arma. A gente pede uma reavaliação por parte da prefeitura, com concessões de novas licenças. Queremos entender quantas licenças a mais foram dadas esse ano”, reclamou Barbosa.

“Eu não consigo entender porque esse tipo de colocação está sendo feita nesse momento. Eu repito, o número de ambulantes no Carnaval de 2020 é o mesmo do ano passado. O lugar em que eles atuam é o mesmo do passado. Honestamente não consigo entender essas declarações do secretário e eu não quero elevar o tom para gerar polêmica política de última hora, que não é o meu desejo”, rebateu ACM Neto.

SEGURANÇA
ACM Neto ainda comentou o que ele chamou de “percepção” de que “poderia haver um efetivo maior do que estamos registrando nas ruas”. “Você não vê mais aquelas patrulhas andando nos circuitos constantemente. Não é estratégia deles. Posso eu mandar na estratégia da polícia? Não posso. Sou prefeito, já respondo por muitas outras coisas”, afirmou o prefeito.

O gestor da capital baiana, no entanto, sinalizou que, após um pedido realizado no último sábado (22), houve uma mudança de postura da polícia. “Eu já defendi, disse isso anteontem e disse isso ontem, uma atuação mais ostensiva da polícia nas ruas. Eles mudaram a estratégia”, completou.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco