COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Mulungu do Morro: Tierry é a primeira atração confirmada para o Forró Bom

13/03/2020

O cantor Tierry é a primeira atração confirmada para o Forró Bom que acontece nos dias 26 a 28 de Junho em Mulungu do Morro, na microrregião de Irecê.
Nascido em Salvador e criado no interior da Bahia, Tierry é um dos grandes nomes da composição na atualidade, e em 2020 sai dos “bastidores da canção” para tomar os holofotes, com o lançamento do disco ‘Acertou na Mosca’, que traz 15 canções autorais.
Compositor de alguns dos principais hinos da sofrência, gênero que ganhou o Brasil nos últimos 4 anos, como ‘Não Vou Mais Atrás de Você’ (Simone e Simara e Wesley Safadão), ‘Duvido Você Não Tomar Uma (Simone e Simaria) e ‘O Choro É Livre’ (Tayrone), o baiano tem nas mãos e na ponta da língua daqueles que amam sofrer no canto, vide sua participação no Festival Virada Salvador, a música que promete ser um dos hits do verão de 2020.

O disco “acertou na mosca” conta com a participação do cantor Gusttavo Lima e com uma semana de lançamento do clip já alcançou mais de 1 milhão de visualizações e é um dos discos mais baixados nas plataformas digitais.


Sua primeira composição foi "Dançando", sucesso na voz de Ivete, assinada em parceria com Marcio Vitor e Filipe Costa Silva. Depois disso, vieram:

"Cem mil" (Gusttavo Lima);
"Os anjos cantam" (Jorge e Mateus);
"Paga de Solteiro Feliz" (Simone e Simaria feat Alok);
"Casado Namorando Solteiro" (Wesley Safadão);
"Baldin de Gelo" (Claudia Leitte);
"Escondido dos seus pais" (Sorriso Maroto);
E outras gravações entre as mais de 550 composições registradas por ele no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).

Tierry tem o costume de enviar suas composições para os amigos famosos para que possam opinar. Ivete Sangalo, Luan Santana, Claudia Leitte e Simone & Simaria estão nesta lista. E, assim, ele "perdia" suas composições para os artistas, que pediam para gravar a música.

22 de outubro de 2019, um dia antes de gravar o álbum "Acertou na mosca", Tierry escreveu "Cracudo". Ele não teve tempo para enviar a música para ninguém. Mas a música acabou ficando com ele não só por isso:

"Precisava fazer uma sofrência que fosse minha e que talvez um outro artista não tivesse coragem de gravar. Estava cansado de outros artistas pedirem pra gravar."

Tierry sabia que a letra poderia gerar polêmica. E gerou. Mas também trouxe o esperado sucesso como intérprete.

"Cracudo" está na lista das 50 músicas virais no Brasil do Spotify e tenta ser um dos sucessos de sofrência do carnaval.

Nascido em Salvador, Tierry se mudou para Nilo Peçanha, na Bahia, aos três anos. Cresceu ouvindo Chico Buarque, Caetano Veloso, Carlinhos Brown e Zezé di Camargo. E ele sabe bem o que quer para a carreira:

"Quando crescer, quero ser como Marília Mendonça. Como dizem meus amigos, espero ser um dia uma Marília de calças. Um compositor que virou cantor".

Hoje, "Cracudo" tem quase 6 milhões de visualizações no YouTube. Em um vídeo no Twitter, Tierry se emociona ao ver todo o público cantando o hit em um show:

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco