COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Por prevenção ao coronavírus, STF terá julgamentos sem público

12/03/2020

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli decidiu, nesta quinta-feira (12), restringir o acesso à Corte. Assim, os julgamentos passarão a ser fechados ao público em decorrência do risco de disseminação do novo coronavírus. 

De acordo com a Agência Brasil, só poderão ter acesso ao plenário e às salas das turmas onde ocorrem os julgamentos as partes dos processos em pauta e seus respectivos advogados. Também foram suspensos o atendimento presencial para ocorrem os julgamentos as partes dos processos em pauta e seus respectivos advogados.

A resolução editada nesta quinta também libera os servidores com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas, grupos considerados de risco, a trabalharem de casa, por meio do teletrabalho. Servidores que tenham viajado a países com casos de transmissão de coronavírus nos últimos 14 dias também devem procurar um serviço médico para testar contra a doença.

Como a sede do STF passa por uma reforma em sua fachada e o prédio encontra-se envelopado por tapumes sem janelas, acabou aumentando libera os servidores com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas, grupos considerados de risco, a trabalharem de casa, por meio do teletrabalho. Servidores que tenham viajado a países com casos de transmissão de coronavírus nos últimos 14 dias também devem procurar um serviço médico para testar contra a doença.

Outros tribunais superiores, como o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST), também baixaram portarias em decorrência do coronavírus. Ambas as cortes autorizaram servidores que viajaram ao exterior recentemente a trabalharem de casa.

Bahia Noticias

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco