COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Prefeitura de Salvador entregará cestas básicas na próxima semana

20/03/2020

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) vai entregar a partir da próxima segunda-feira (23), mais de 143 mil cestas básicas aos estudantes matriculados na rede municipal de ensino e creches conveniadas. 
Até sexta (27), a ação ocorrerá em 110 unidades. A iniciativa visa garantir as refeições dos alunos, que tiveram as aulas suspensas desde a última quarta (18), em função das medidas restritivas para conter proliferação do coronavírus na capital baiana. Neste primeiro momento, a entrega das cestas básicas priorizará os espaços de educação que atuam de forma integral, onde as crianças têm direto de até cinco refeições diárias. Além disso, o fornecimento dos kits com os alimentos ocorrerá durante três semanas seguidas, sempre de segunda a sexta, contemplando todas as 435 unidades escolares. “O nosso principal objetivo é que evitemos aglomerações nas escolas e que as entregas aconteçam da forma mais ordenada possível. 

A cesta, que conta com feijão, arroz, farinha, proteína de soja, entre outros itens, é para cada estudante da rede municipal e dura um mês. Na prática, os pais e responsáveis pegarão o número de cesta conforme a quantidade de filhos”, detalhou o titular da Smed, Bruno Barral, em coletiva à imprensa na manhã de hoje. O gestor reforçou que a população pode ficar tranquila pois o atendimento beneficiará todos os alunos das escolas do município. “Nós nos preocupamos muito com a alimentação escolar porque sabemos que para algumas crianças esta é a única fonte de refeição. É importante que os cidadãos, ao consultar o cronograma no site ou nas redes sociais, entrem em contato com a direção das escolas para acertar os detalhes dos dias e horários da entrega das cestas”, complementou Barral. 

 A distribuição das cestas básicas alcançará mais 189 escolas no período de 30 março a 3 de abril, e outras 126 entre 6 e 10 de abril. O serviço, no entanto, pode ser estendido. De acordo com o secretário municipal da Educação, os funcionários que atuarão na linha de frente para fazer a entrega dos conjuntos estarão aptos para atender à população com todos os cuidados que a pandemia do coronavírus exige neste momento. Sobre como o ano letivo será afetado, uma equipe do pedagógico da rede municipal estuda propostas para a reposição das aulas. “Ainda não temos algo definitivo. Qualquer estudo que a gente faça hoje para remanejar o calendário é incipiente e pré-maturo, já que não sabemos quanto tempo vamos ficar com as atividades suspensas”, afirmou Bruno Barral.

Fonte: Bahia Notícias

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco