COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Suposto caso de paciente com sintomas de coronavírus em Irecê causa clima de instabilidade população

12/03/2020

Suposto caso de paciente com sintomas de coronavírus em Irecê causa clima de instabilidade população

Na noite desta última quarta-feira, 11, informações extraoficiais sobre um suposto caso de um paciente com sintomas de coronavírus tornou-se um dos assuntos mais comentados na região de Irecê. Informações davam conta que um casal que esteve em viagem na Europa, deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com sintomas muito comuns da doença coronavírus e foi encaminhado para o Hospital Regional Dr. Mário Dourado Sobrinho.
Em contato com a Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (SESAB), eles informaram que até o fechamento do boletim de ontem, que foi às 17hrs, não havia casos notificados em Irecê.
Já a assessoria do Hospital Regional de Irecê, informou que quem confirma os casos é Sesab. E no caso do hospital, mesmo que exista alguma suspeita ou até uma confirmação, o paciente tem direito ao sigilo que é garantido por lei. A Ascom do HRI informa ainda que “Em relação ao caso com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus em Irecê, segue orientação da Sesab.  A Sesab emite diariamente um boletim às 17h com um quadro das notificações, casos excluídos por não se enquadrarem no critério do Ministério da Saúde, casos suspeitos,  descartados laboratorialmente e casos aguardando resultado laboratorial através do site: www.saude.ba.gov.br Informações a respeito do novo coronavírus através do link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus
Entretanto, nota-sa um certo clima de receio de divulgar as informações com transparência para a imprensa para que não gere um clima de pânico e instabilidade na população. Mas, falta de informações, a população também fica ainda mais insegura e aumenta mais as chances de especulações e eventuais fakenews.

Enquanto não se tem confirmado ou negado alguma suspeita do caso, o importante é que a população tome medidas preventivas e de cuidados. Listamos algumas delas:



Prevenção
Entre as medidas preventivas estão:
  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas ou que apresentem sintomas da doença;
  • Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente.  Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Limpar e higienizar objetos e superfícies tocados com frequência;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.
Importante: 
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem disseminação de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco