COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

FABÍOLA MANSUR APRESENTA PROPOSTAS RELACIONADAS AO ENEM

15/05/2020


A deputada Fabíola Mansur (PSB) apresentou, na Assembleia Legislativa, duas iniciativas que mostram sua preocupação com a área da educação. Diante da manutenção da data do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, a socialista indicou ao presidente da República Bolsonaro a adoção de providências, junto ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, no sentido de adiar a aplicação das provas, marcadas para novembro do ano em curso, “a fim de evitar aglomerações e disseminação do novo coronavírus”.

 

Fabíola defende que a Casa Legislativa encabece um movimento de sensibilização nacional para que o Ministério da Educação adie o Enem. “A desigualdade entre o sistema público e o privado é enorme e este ano pode ser ainda pior no que se refere ao acesso à universidade”, opina a parlamentar, lembrando que “Os alunos da rede pública não estão tendo acesso às aulas online e conteúdos pedagógicos através de ferramentas digitais”. 

 

Representando a Bahia, a presidente da Comissão de Educação da ALBA externou esta posição na última segunda-feira (11), durante a reunião remota da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), presidida pela deputada baiana Ivana Bastos (PSD). Participaram do encontro diversos deputados. 

 

Uma outra ação da legisladora também está diretamente associada ao Enem. Com o Projeto de Resolução nº 2.902/2020, a deputada propõe que a Assembleia Legislativa disponibilize, através da TV ALBA e da Rádio ALBA, aulas online para os estudantes da rede pública estadual de ensino, com conteúdo pedagógico elaborado pela Secretaria da Educação (SEC), em parceria com a APLB Sindicato e apoio do Conselho Estadual de Educação e do Fórum Estadual de Educação. 

 

No documento, Fabíola argumenta que a finalidade “é permitir uma maior preparação dos alunos da rede pública e a consequente mitigação da desproporcionalidade e da falta de igualdade em relação aos alunos da rede particular”. Ela acrescenta ainda que os dias e horários das aulas virtuais serão amplamente divulgados com pelo menos 48 (quarenta e oito) horas de antecedência por meio dos canais vinculados à TV ALBA e Rádio ALBA. 

 

Por fim, a socialista pede o apoio dos pares para a aprovação do projeto de resolução, considerando que “se faz necessária a união de esforços de todos para diminuir as desigualdades relacionadas ao desenvolvimento da educação na Bahia”. 

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco