COVID-19
Ouça nossas rádios
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar
Play Pause Entrar

Ouça essa matéria

Eleições 2020: Campanha eleitoral começa com força maior da internet; veja o que pode e não pode na web

27/09/2020






Corrida pelos votos começa neste domingo, dia 27, em meio à pandemia e com peso ainda maior na internet. Fiscalizar abusos e combater as notícias falsas são desafios de todos



A campanha eleitoral começa oficialmente neste domingo, dia 27. O primeiro lugar em que os eleitores da região de Irecê devem ter contato com as divulgações dos candidatos a prefeito e vereador nas Eleições 2020 será a internet. A aposta de que esta será a eleição da internet já vinha sendo feita por especialistas nas últimas disputas eleitorais, com o crescimento do uso das redes sociais.

Mas em um contexto que tem o corpo a corpo dos candidatos dificultado pelo distanciamento social necessário para prevenir contra o coronavírus, o ambiente virtual ganha ainda mais protagonismo na hora do candidato botar o bloco na rua. Soma-se a isso o fato de a propaganda em rádio e TV começar apenas em 9 de outubro, e chegamos ao cenário em que a tela do computador e do celular se tornam o espaço em que o eleitor será apresentado aos postulantes às cadeiras de prefeito e vereador das respectivas cidades.

Nesta busca por eleitores na internet, uma das principais preocupações da Justiça Eleitoral são as notícias falsas, as chamadas fake news. O assunto já foi um problema em 2018, quando houve conteúdos inverídicos sobre o processo eleitoral altamente compartilhados pelas redes sociais.

Para combater as fake news e permitir eleições limpas, a Justiça Eleitoral aposta no poder de polícia para combater propagandas irregulares e também em campanhas de conscientização para que os eleitores identifiquem e não passem adiante conteúdos com notícias falsas. Um programa nacional de enfrentamento à desinformação em todo o país nas Eleições 2020 também está sendo desenvolvido pelo TSE.

– As melhores práticas reveladas em 2018 para o combate às chamadas fake news apontam para a necessidade de uma atuação rápida e firme da Justiça Eleitoral, em parceria com agentes de checagem de conteúdo e com grandes plataformas das redes sociais – aponta.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco