COVID-19

Ouça essa matéria

4 em cada 10 pacientes com Covid que vão para UTI evoluem para morte

10/02/2021

A Bahia como um todo está em uma espécie de “sinal amarelo”, por conta dos 73% de ocupação dos leitos de UTI adulto voltados para a Covid-19

Para quem pensa que a garantia de um leito de UTI, que aliás estão ficando restritos, principalmente em algumas cidades do interior, é um passaporte para plena recuperação da Covid-19, o Secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, fez um alerta grave ontem: 4 a cada 10 pacientes acometidos pela Covid-19 que vão para UTI evoluem para óbito.

Enquanto a Bahia como um todo está em uma espécie de “sinal amarelo”, por conta dos 73% de ocupação dos leitos de UTI adulto voltados para a Covid-19, algumas regiões do estado, especificamente, já há algum tempo vivem com o “sinal vermelho” ligado por estarem com os índices de ocupação acima dos 80%, o que tem preocupado as autoridades da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) que estão na luta contra a doença.

A situação mais chamativa ocorre na região Sudoeste. De acordo com o portal “Business Intelligence”, criado pelo órgão estadual para o panorama do novo coronavírus ser acompanhado em todo o estado em tempo real, a taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto, na cidade de Vitória da Conquista, a maior da região – que é a única que oferece espaços do tipo –, é de alarmantes 93%. Dos 70 leitos colocados à disposição do poder público, 65 estão ocupados. Desses, 30 estão em ventilação mecânica.

A região Sul também é outra que vem tendo uma observação especial por parte dos agentes da Secretaria de Saúde baiana, uma vez que a taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto está em 84%. Ao todo, das 115 unidades à disposição nas cidades de Valença, Jequié, Itabuna e Ilhéus, 97 delas já estão ocupadas. Além disso, 55% dos pacientes estão sob ventilação mecânica nas unidades de saúde desses quatro municípios.

Em outras regiões da Bahia, a situação está distribuída da seguinte maneira: Centro-Leste (78%), Extremo-Sul (71%), Leste – que engloba Salvador – (71%), Norte (58%) e Oeste (44%). A única região que, ontem, apresentou índice de 0% na ocupação dos leitos de UTI foi a Nordeste, que contempla Alagoinhas, de acordo com o portal da Sesab. Por outro lado, a região Centro-Norte (Irecê e Jacobina) apresentou um índice de 85%, ficando apenas atrás da região Sudoeste na porcentagem. Dos 20 leitos à disposição, 17 estavam ocupados até ontem. Com relação a quantidade de mortes, a região Centro-Leste é a que ocupa o segundo lugar, com 16% dos 10.452 óbitos registrados pela covid-19 (cerca de 1.670 mortes). O Sudoeste vem logo em seguida, com 13% ou cerca de 1.358 óbitos. Depois aparece a região Sul, com 11% - 1.149 mortes, pelo menos. O Centro-Norte responde por 6% dos óbitos pela Covid-19 na Bahia, o equivalente a 627 mortes. No geral, a região Leste foi a que teve mais registros, com 29% dos óbitos – ou 3.031 pacientes que perderam a vida por conta do novo coronavírus.

MORTES POR INTERNAÇÕES

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, fez uma alerta quanto aos altos números das taxas de ocupação em algumas regiões da Bahia e que o Estado vem reabrindo novos leitos como forma de fazer com que os índices caiam um pouco. Segundo o titular do órgão, a Sesab tem feito esforços para liberar vagas e otimizar os tratamentos.

“Nós estamos sempre muito atentos a isso. Sempre que chegamos a 80% nós fazemos um esforço adicional para retirar os pacientes das UTIs, agilizar altas. Às vezes o paciente está de alta e não consegue sair por uma questão familiar, por uma questão de remoção, então nós estamos sempre buscando agilizar o giro leito”, disse Vilas-Boas, em entrevista à TV Bahia, na manhã de ontem. Outro aviso dado pelo secretário veio no sentido de chamar a atenção para o fato de que é necessário evitar que as pessoas precisem ser internadas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). De acordo com Fábio Vilas-Boas, "quatro em cada dez que se encontram nesta situação acabam não resistindo e vêm a óbito por conta da Covid-19".
Fonte:Tribuna

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco