COVID-19

Ouça essa matéria

Irecê: Agência da Caixa Econômica é motivo de revolta de clientes

26/03/2021

Regras não são cumpridas e os serviços de autoatendimento são humilhantes. Há muito tempo clientes das agências bancárias Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal na cidade de Irecê reclamam do atendimento e das longas filas de espera. Vereadores já até criaram uma norma para que as agências disponibilizem cadeiras, cafezinho, banheiros e realizem o atendimento em até 20 minutos.

“Algumas dessas normas são parcialmente atendidas, mas a espera pelo atendimento é um absurdo. É indigno e humilhante o atendimento dado aos clientes. Diz o agricultor e comerciante Antônio Firmício, de 62 anos. “Um dia fui descontar um cheque no Banco do Brasil, cheguei 11h30 e só fui atendido às 15h47. Prejuízos pela longa espera, cansaço e raiva”, desabafou.

A assistente social Deuraci Vieira esteve na agência da Caixa Econômica no último sábado, 20, para fazer pagamentos e saques. Não conseguiu. “O primeiro terminal reconheceu a senha, mas pedia a data de nascimento, quando informava, não concluía a operação. Troquei de terminal quatro vezes. Repeti, até que o cartão foi bloqueado. Segui as orientações para desbloqueio e o sistema dizia que não estava bloqueado, voltava a tentar e constava o bloqueio. Um inferno. Isso ocorreu com todos que estavam na agência. Mais de 20 pessoas saíram xingando e revoltadas”, disse.

“Todo início de mês, por vários dias seguidos, centenas de pessoas são humilhadas sob o sol ou chuvas, em longa fila que se inicia na porta da agência, dobra a esquina da Assembleia de Deus e se estende pela calçada da Praça do Feijão. São homens e mulheres de diferentes idades que passam por esta situação e é preciso que se adote uma atitude resolutiva”, aponta o presidente do Sindicato Rural de Irecê, João Gonçalves.

Para ele, a Caixa Econômica deveria convocar pessoas aprovadas no último concurso e abrir uma nova agência, além de deixar um profissional de prontidão nos finais de semana e noites do meio de semana, para resolver emergências de atendimento aos usuários dos serviços do banco.

De acordo com informações do Presidente do Sindicato dos Bancários de Irecê e Região, “o último concurso para atender necessidades da Caixa Econômica ocorreu em 2014. Estaria prescrito em 2018, mas por ações judiciais movidas, o mesmo ainda está válido”, informou Carlos Alberto.

Ele disse ainda que há uma expectativa de contratação imediata de 550 concursados e de 2100 até o final do ano. “Segundo anúncio do governo federal, municípios com população entre 20 e 40 mil pessoas poderão ter instaladas uma agência da Caixa, desde que os prefeitos adotem a Caixa para os serviços bancários das prefeituras”, informou o presidente do Sindicato dos Bancários, em Irecê.
Fonte:Central Notícias

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco