COVID-19

Ouça essa matéria

Bolsonaro diz que é 'inadmissível' Petrobras aumentar em 39% preço do gás natural

08/04/2021

"Podemos mudar esta política de preços lá", afirmou o presidente. O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem que é "inadmissível" a Petrobrás reajustar o preço do gás natural em 39%, como anunciado nesta semana. Se dirigindo ao general Joaquim Silva e Luna, escolhido por ele para assumir a estatal, o presidente defendeu que haja previsibilidade sobre reajustes: "Podemos mudar esta política de preços lá", afirmou.
"Ele [Silva e Luna] sabe que é uma empresa que, mais do que transparência, tem que ter previsibilidade. É inadmissível se anunciar agora, o velho presidente ainda, um reajuste de 39% no gás. É inadmissível. Que contratos são esses? Que acordos foram esses? Foram feitos pensando no Brasil? Em um período de três meses?", disse. "Não vou interferir, a imprensa vai dizer o contrário. Mas podemos mudar esta política de preços lá."

O presidente participou hoje em Foz do Iguaçu (PR) da cerimônia de posse do general João Francisco Ferreira como novo diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional. Ele substituirá Joaquim Silva e Luna, que deve assumir a presidência da Petrobrás assim que receber o aval do conselho de administração da estatal.

No evento, Bolsonaro citou que Silva e Luna aceitou "de pronto" o convite para a presidência da Petrobrás. "Fomos de novo atacados como interferindo na estatal, as ações caindo, o dólar subiu um pouco mais e isso influencia no preço final do combustível no Brasil.", comentou em referência ao anúncio da troca no comando da empresa, feito em 19 de fevereiro.
Fonte: Tribuna

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco