COVID-19

Ouça essa matéria

COLEGIADO MANIFESTA PROFUNDO PESAR PELOS ASSASSINATOS DE MARIA CÉLIA E VIVIANE SOARES

11/06/2021


Os integrantes da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa da Bahia manifestaram profundo pesar pelos assassinatos de Maria Célia de Santana e Viviane Soares, baleadas na porta de casa no bairro do Curuzu, em Salvador, no último dia 4.

Em moção apresentada na Casa Legislativa, os parlamentares cobraram urgência na apuração das mortes e registraram que Maria Célia e Viviane Soares eram duas mulheres negras que, “numa operação policial aparentemente desastrosa”, terminaram mortas. Elas estavam na porta de casa quando uma viatura, em perseguição a um suposto bandido, chegou disparando. “É necessário apurar com rigor e clareza o que aconteceu e responsabilizar os culpados, sejam eles quem forem”, exortaram os deputados.

Segundo o documento, a investigação, conduzida pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, já coletou depoimentos de três policiais envolvidos na ação. De acordo com a versão apresentada pela guarnição, a equipe foi verificar uma denúncia de veículo com restrição de roubo no bairro do Curuzu, mas o suspeito, que estava dentro do carro, tentou fugir e atirou. Segundo o relato dos policiais, nesse momento houve o revide. O homem não foi encontrado.

Conforme informação da Secretaria de Segurança Pública, o local da ação já passou por perícia. “Nada ficará sem esclarecimentos, pois não compactuamos com excessos, principalmente os que resultam em morte de inocentes. Polícia pode ser eficiente sem ser violenta”, afirmou o secretário Ricardo Mandarino. “Assim confiamos e esperamos”, disseram os deputados.

“Precisamos de paz, respeito ao nosso povo já tão sofrido, não suportamos mais tanta violência”, declinaram os parlamentares, que emprestaram solidariedade aos familiares, amigos e moradores da comunidade das vítimas “dessa tragédia e que todas as medidas sejam adotadas para esclarecer o caso”.

A moção encerra afirmando que “o festivo bairro do Curuzu está de luto. Que não se percam mais vidas que transformem a alegria em dor. Porque vidas negras importam, não podemos aceitar com naturalidade atos desta natureza”. Assinam o documento Fabíola Mansur (PSB), Talita Oliveira (PSL), Osni Cardoso Lula da Silva (PT), Robinson Almeida (PT), Soldado Prisco (PSC), Olívia Santana (PC do B), Rosemberg Lula Pinto (PT), Bira Corôa (PT), Tiago Correia (PSDB), Hilton Coelho (Psol) e Jurandy Oliveira (PP).

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco