COVID-19

Ouça essa matéria

Diego Coronel felicita Baixa Grande, Canarana, Lajedão e Barra da Estiva

17/07/2021

O deputado Diego Coronel (PSD) parabenizou os municípios de Baixa Grande, Canarana, Lajedão e Barra da Estiva pela passagem dos respectivos aniversários de emancipação político-administrativa. Por meio de moções de congratulações, o parlamentar ressaltou a história das cidades, bem como ressaltou o potencial econômico e a importância dos locais para toda a Bahia.
Sobre Baixa Grande, que completa 136 anos de emancipação em 17 de julho, Coronel contou que o surgimento do lugar se deu ao redor de uma capela, às margens de uma estrada, especificamente em um ponto que servia de pouso aos viajantes e suas tropas. Conforme explicou o parlamentar, o município de Baixa Grande foi então fundado pelo coronel da Guarda Nacional, Manoel Ribeiro Soares, e por seu intermédio, no ano de 1872, pela Lei Provincial nº 1.195, o arraial de Baixa Grande foi emancipado e desmembrado do município de Santana do Camisão, atual Ipirá. Baixa Grande foi elevada à vila pela Lei provincial nº 2.502 de 17 de julho de 1885, e se emancipou em 1933.
O município, que faz divisa com os municípios de Ipirá, Macajuba, Mundo Novo, Mairi e Pintadas, conta com 20.060 habitantes, segundo o último censo do IBGE, em 2010. Através de moção, Diego Coronel destacou o surgimento de Canarana. O município, que completou 59 anos de emancipação no dia 16 de julho, já foi habitado por índios pataxós. Antes de ser município, Canarana foi distrito de Morro do Chapéu, sendo transformada em cidade somente em 1962.
O município faz divisa com Barro Alto, Ibititá, Lapão, América Dourada e Cafarnaum. De acordo com o censo do IBGE (2010), Canarana conta com 24.067 habitantes. Sua economia baseia-se na maior parte na Agropecuária, em específico a agricultura irrigada. Sobre o município de Lajedão, o deputado afirmou que os primeiros habitantes do lugar foram os índios nanuques. Segundo Diego Coronel, os homens brancos só chegaram no início do século XX.
À época, com o desenvolvimento das atividades agrícolas e da extração da madeira, formou-se o povoado denominado Sítio Pedra da Floresta. Mais tarde passou a ser chamada Lajedão devido a um grande lajedo nas proximidades da sede. Lajedão tornou-se município em 1962. Ao falar de Barra da Estiva, que completou 94 anos de emancipação política e administrativa o parlamentar expressou o carinho que tem pelos munícipes, e destacou a importância do território para o Estado.

A economia de Barra da Estiva, baseia-se em sua maioria pela pecuária e pela agricultura familiar. O município possui 21.187 habitantes, espalhados em 1.346,6 km², segundo o último censo do IBGE(2010). O município de Barra da Estiva, localizado no Centro Sul do Estado da Bahia, faz divisa com Jussiape, Ituaçu, Contendas do Sincorá, Iramaia, Ibicoara e Manoel Vitorino. Barra da Estiva conquistou a emancipação política e administrativa em 15 de julho de 1927, isto é, há 94 anos.
Fonte: ALBA

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco