COVID-19

Ouça essa matéria

Produtores do Projeto de Irrigação ''Baixio de Irecê'' recebem parcelas de financiamento para início das atividades

23/08/2021

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, participaram na última quinta-feira (19), da cerimônia de liberação de R$ 17 milhões para financiamento da produção agrícola no Projeto Público Baixio de Irecê, localizado nos municípios de Xique-Xique e Itaguaçu da Bahia. 

Os valores são parte de contratos de financiamento que somam R$ 42 milhões, firmados pelo Banco do Nordeste (BNB) com produtores da Etapa 2 do Projeto para uso de recursos do Fundo Constitucional para Desenvolvimento do Nordeste.

O ministro Rogério Marinho destacou na ocasião a importância de projetos de irrigação para a geração de emprego e renda. “Para nós, esta é uma missão muito poderosa. Trabalharemos com as águas do rio São Francisco, dos canais e dos reservatórios a céu aberto para fazermos os perímetros irrigados. Com eles, poderemos gerar empregos, oportunidade e renda para a população do interior do Nordeste brasileiro”, afirmou.

“Hoje podemos celebrar o início de um novo momento para a população desta região. Aqueles 180 mil empregos, prometidos há muito tempo, agora começam a se tornar realidade”, disse o diretor-presidente da Codevasf. “Temos hoje na conta dos produtores cerca de R$ 17 milhões que já vão começar a ser aplicados de imediato e provavelmente em dezembro nós teremos todos os pivôs instalados e a produção sendo iniciada para que a primeira safra saia ainda no primeiro semestre de 2022”, acrescentou Marcelo Moreira.

Baixio de Irecê 19.08.2021 CO presidente do BNB, Romildo Rolim, ressaltou que a instituição trabalha pelo crédito produtivo de longo prazo. “O governo federal, através do Ministério do Desenvolvimento Regional, que faz a distribuição dos recursos do Fundo Constitucional do Nordeste, vem dizendo para o Banco do Nordeste aplicar os recursos nesses projetos estratégicos que geram os maiores impactos de desenvolvimento, os maiores impactos de geração de emprego e renda”, disse.

De acordo com Harley Xavier, superintendente regional da Codevasf, a entrada do Projeto Baixio de Irecê em fase de produção promoverá benefício direto a diversos municípios. “As regiões de Xique-Xique, Itaguaçu da Bahia, Central, Irecê, Gentio do Ouro e de vários outros municípios certamente serão muito conquistas vindouras, associados ao Projeto”, avalia. Participaram do evento o ministro da Cidadania, João Roma, o prefeito de Xique-Xique, Reinaldo Braga Filho, e parlamentares, entre outras autoridades.


A agenda da comitiva incluiu uma visita ao Projeto Baixio de Irecê e uma ação de soltura de alevinos da espécie curimatã. Os alevinos foram produzidos pelo Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Xique-Xique, uma das seis unidades do gênero mantidas pela Codevasf na bacia do rio São Francisco. “Essa é uma ação importante e mitigadora que a Codevasf faz há muitos anos. São seis estações, onde quase 10 milhões de alevinos são soltos por ano. Esta é mais uma ação importante para o processo de revitalização das bacias hidrográficas do São Francisco”, afirmou Rogério Marinho.

Projeto Baixio de Irecê

Baixio de Irecê 19.08.2021 DO Projeto Público de Irrigação Baixio de Irecê abrange 105 mil hectares, dos quais 48 mil são de área irrigável. A região tem grande disponibilidade hídrica para irrigação, solos mecanizáveis e forte tradição agrícola. O acesso à área do projeto se dá pela Rodovia BA-052, que liga Xique-Xique a Feira de Santana, onde se conecta à malha rodoviária para o Porto de Aratu e Salvador.

A área do Projeto está dividida em nove etapas. As etapas 1 e 2 possuem cerca de 16 mil hectares irrigáveis. A primeira delas está em fase de ocupação e deverá operar com culturas de grãos como milho, feijão e soja. As etapas 3 a 9 serão exploradas pela iniciativa privada por meio da Concessão do Direito Real de Uso (CDRU) de 50.531 hectares, dos quais 31.500 hectares são irrigáveis. A previsão da Codevasf é de que o edital de concessão do Projeto seja lançado em setembro e a licitação ocorra em novembro.

O governo federal investiu cerca de R$ 1 bilhão na aquisição e na regularização fundiária das áreas que compõem o Baixio de Irecê e na implantação de 42 quilômetros de canal, estação de bombeamento, adutoras, estação de pressurização e infraestrutura de suprimento energético, entre outras estruturas.


Fonte: Ascom - Codevasf

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco