COVID-19

Ouça essa matéria

Veto chinês trava 100 mil toneladas de carne e preço pode cair no Brasil

21/10/2021




247 – O veto da China à importação de carne brasileira após a divulgação de casos de “vaca-louca” no Brasil já provocou o represamento de cerca de 100 mil toneladas de carne, estimativa da consultoria Safras & Mercado.

“Isso está represado desde o embargo. Normalmente a carne é inspecionada e despachada na sequência para os portos e de lá segue para o país de destino. Mas, com a China descredenciando o Brasil, o fluxo foi interrompido“, diz à CNN o consultor Fernando Iglesias.

Esse cenário já faz com que empresas procurem no mercado interno um destino mais rápido para o produto. A partir da coleta diária dos preços do mercado físico e dos preços do boi gordo e da carne bovina no atacado, a consultoria estima que os preços podem cair de 10% a 15%, caso todo esse estoque chegue ao mercado interno. “Os preços da carne no atacado estão cedendo, ainda não chegaram ao varejo, mas é questão de tempo”, diz ele.
O Brasil interrompeu voluntariamente a exportação de carne para a China no começo de setembro, após a confirmação de dois casos da doença em duas fábricas distintas. Depois, porém, mesmo com o controle dos casos no Brasil, a interrupção chinesa foi mantida.

A China é o principal parceiro comercial brasileiro, e foi destino de 58% dos embarques de carne bovina de janeiro a setembro de 2021, o que corresponde a US$ 3,8 bilhões.


Fonte: Jornal Alerta

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco