COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Mais R$ 72,9 milhões são destinados para a construção e modernização de escolas de Tempo Integral na Bahia

22/12/2021


O Governo do Estado publicou, nesta terça-feira (21), no Diário Oficial do Estado (DOE), o resumo do contrato e o resultado de licitação que somam R$ 72.989.885,53 de investimentos na construção de novas escolas e modernização de unidades escolares de tempo integral da rede estadual de ensino, em oito municípios baianos. As ações fazem parte da requalificação que o governo do Estado está promovendo na rede física das escolas estaduais em toda a Bahia.

Do total publicado no DOE, R$ 45.677.992,73 serão para a execução de obras de construção e ampliação de três unidades escolares de tempo integral, localizadas nos municípios de Ibotirama, Paratinga e Xique-Xique. Já o resultado de licitação foi para a execução das obras de ampliação com modernização da infraestrutura nas unidades escolares localizadas nos municípios de Iaçu, Nova Redenção, Barra do Mendes e Cristópolis e para a construção de uma nova unidade escolar no distrito de Cascavel, no município de Ibicoara. O valor do investimento é de R$ 27.311.892,80.

Com as obras de requalificação, as escolas existentes passam por reformas e modernização e novas unidades estão sendo construídas em alto padrão de engenharia, ofertando aos estudantes e à comunidade local quadra poliesportiva coberta, campo society, auditório, refeitório, biblioteca e laboratórios, entre outros equipamentos para fortalecer a aprendizagem.

A requalificação da rede estadual, que envolve investimentos de mais de R$ 2,3 bilhões, também envolve a implantação dos Complexos Poliesportivos Educacionais, compostos por uma série de equipamentos como quadras poliesportivas cobertas, academia de ginástica, quadra de vôlei de areia, pista de atletismo e piscina. Os complexos são vinculados à oferta da Educação em Tempo Integral, fortalecendo a prática esportiva no currículo escolar, como também o desenvolvimento de atividades artísticas, culturais, de lazer e de entretenimento. Além da rede estadual, os complexos atenderão aos estudantes das redes municipais e particular, bem como a comunidade local.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado


Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco