COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Lapão registra primeiro caso de H3N2

21/01/2022



Desde o início do mês de dezembro de 2021, os casos de Síndrome Gripal vem aumentando no município, situação também vista em todas as cidades do Brasil. Hoje convivemos com as emergências cheias de pessoas com sintomas de gripe, associado a este perfil, uma nova onda da COVID-19 vem ocorrendo já com aumento de casos no município.

Em relação aos novos casos da COVID-19, é importante salientar:

1- A grande maioria dos casos recentes são de pessoas que não tomaram a vacina ou que não completaram o esquema vacinal;

2- Como explicado pelos especialistas da vacinação, a vacina é a forma mais eficaz de prevenção contra os casos graves da COVID-19. Ou seja, muitas pessoas mesmo após vacinação podem ser contaminadas pelo vírus e ter a COVID-19, porém a vacina protege contra as formas mais graves da doença;

A Secretaria de Saúde vem mantendo o atendimento dos casos sintomáticos de Síndrome Gripal tanto no Hospital, bem como com a ampliação do serviço na Unidade De PRONTO ATENDIMENTO RESPIRATÓRIO. Além da manutenção da oferta de exames diagnósticos no Centro de Testagem, neste sentido, é importante que as pessoas com sintomas busquem o serviço para obter atendimento qualificado. No entanto, ressaltamos que em decorrência da grande procura por atendimento, a espera tem se apresentado mais alongada, mas estamos assegurando atendimento a todos.

Hoje, dia 19 de janeiro de 2022, através das testagem de casos sintomáticos, identificamos o primeiro caso de Influenza H3N2 no Município de Lapão, vírus que já vem circulando na região desde o início do ano.

A Influenza H3N2 é uma variante do vírus da Influenza A, que é um dos principais responsáveis pela epidemia de gripe em circulação no país. Facilmente transmitida entre pessoas por meio de gotículas liberadas no ar quando a pessoa gripada tosse ou espirra. Em idosos, crianças e gestantes, a H3N2 pode gerar complicações, internamento e óbito.

Os sintomas são febre alta no início do contágio, inflamação da garganta, calafrios, perda de apetite, irritação dos olhos, vômito, dores nas articulações, mal estar e diarreia, principalmente em crianças.

A forma de prevenção são as mesmas adotadas em relação à COVID-19: Uso de máscara, higienização das mãos com água e sabão, além de álcool em gel e distanciamento físico.










Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco