COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Entidades emitem nota sobre a entrega oficial dos cargos da Polícia Civil da Bahia

30/03/2022

As entidades representativas dos delegados de polícia da Bahia, ADPEB/Sindicato, dos peritos criminais, ASBAC e dos peritos médicos e odonto legais, SINDMOBA, vem a público esclarecer que em reunião interna as diretorias decidiram adiar a entrega oficial dos cargos comissionados da Polícia Civil da Bahia e do Departamento de Polícia Técnica, dando prazo ao governador para abrir diálogo com os profissionais da segurança pública, até quarta-feira, 30 de março.
As diretorias das entidades pontuam ainda à sociedade baiana que a decisão visou resguardar os serviços prestados pelos órgãos centrais de combate à criminalidade organizada no Estado em face da adesão quase integral de todos os cargos de gestão da Polícia Civil da Bahia e do Departamento de Polícia Técnica.

Comunicamos ainda que as entidades, juntas, já catalogaram mais de 350 (trezentos e cinquenta) ofícios com as manifestações de entrega dos cargos comissionados e a recusa em assumi-los em substituição aos colegas que fizeram a entrega. Ressalta-se que só do Departamento de Polícia Técnica, das 25 coordenadorias regionais, 23 coordenadores já entregaram seus cargos.

Vale esclarecer ainda que, uma vez mantida a postura do governo em não dialogar, além da entrega formal dos cargos comissionados na quarta-feira, passaremos a coletar a entrega de todas as designações de substituições do interior do Estado, cumprindo o quanto decidido em assembleia extraordinária, realizada no último dia 14. Esta medida deixará quase duzentas (200) cidades sem delegados de polícia, em decorrência da falta de planejamento do governo em suprir os cargos vagos.

Em que pese a intransigência habitual do governador em relação aos profissionais da segurança pública, órgão estratégico e essencial para o funcionamento do sistema de justiça penal, as entidades classistas acreditam na possibilidade de diálogo e que o bom senso prevaleça. O período é tormentoso, provocado pelos arroubos de autoritarismo que assistimos diuturnamente, mas somos forjados, por formação, em princípios que defendem os valores democráticos que devem ser centrais em nosso país.

Por fim, as entidades reafirmam à sociedade a preocupação com os destinos da segurança pública no Estado da Bahia e esperam que, com equilíbrio, possam sensibilizar o governador para que seja encontrada a melhor solução para o impasse.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco