COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Superação: Estudante da rede pública de Lapão é aprovada em uma das maiores universidades federais do Brasil

05/03/2022



Sara Raquel Miranda, 24 anos, estudante da rede pública de ensino do município de Lapão do Colégio Estadual Justiniano de Castro Dourado, acaba de realizar um grande sonho: ser aprovada no vestibular de medicina em uma universidade federal. 

O que parecia impossível, está começando a ser realidade, graças aos esforços dessa jovem, que jamais desistiu do seu grande objetivo. 

Mas o caminho não foi fácil. Sara renunciou de horas de lazer, para dedicar aos estudos. Mesmo com tantas dificuldades, principalmente financeiras, em que os pais com poucas condições, nunca passando de um salário per capita, o meu sonho de fazer medicina foi até podado por um período, revela a jovem.  “Eu não me sentia capaz, achava que medicina era uma realidade muito distante para mim que não tinha condições. Inclusive, por conta dessas limitações, por conta do desestímulo a respeito do meu sonho e das palavras de desestimulo de alguns, eu acabei desenvolvendo depressão já no ensino médio e quando terminei só piorou tudo, cheguei até a ser internada por conta da doença.Então durante anos eu fiquei travada em pensamentos negativos e problemáticos, que só me adoeciam cada vez mais. Até que ano passado eu mudei. Eu acordei um dia e decidi que iria me curar e que iria atrás do meu sonho sim. Então eu levantei e passei a cuidar de mim e buscar me dedicar. Não tive acesso a cursinho por não ter condições, mas busquei toda informação que poderia para adquirir todo conhecimento necessário. Estudava em torno de 6 horas por dia de estudo ativo, focado em questões, fazia uma redação por semana para treinar. Mas o maior foco que eu tinha era em mim e minha saúde física e mental que eu não abri mão e que é um dos maiores problemas do vestibulando de medicina”, conta.

Por conta dos problemas de ordem psicológica que teve, a jovem diz ter intenção de fazer residência de psiquiatria no futuro. “E desde o início eu sabia que eu iria conseguir, que iria ser aprovada esse ano, mesmo sendo o primeiro ano tentando.  Hoje tô aqui comemorando minha aprovação não só em medicina, mas na melhor universidade federal do Brasil, a UFRJ. 

Além disso, estou ajudando vários vestibulandos que chegam todos os dias no meu Instagram, plantando sonhos e incentivando com dicas a buscarem essa realização”, ressalta. 

Para os pais da jovem, é só orgulho. Raquel, sem dúvida, será mais que uma médica no futuro, será uma profissional sensível às dificuldades e humana no cuidar das pessoas.

Daqui uns anos, Lapão terá mais uma “doutora” para se orgulhar. 

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco