COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Bolsonaro chama Jerônimo de “pior secretário de Educação do Brasil” e petista rebate

14/04/2022




Pré-candidato do PT ironizou crítica e disse que “felizmente” não foi elogiado pelo presidente da República

Depois do presidente Jair Bolsonaro (PL) chamar Jerônimo Rodrigues de o “pior secretário de Educação do Brasil”, o ex-secretário e pré-candidato do PT ao governo da Bahia rebateu as críticas do adversário político.

Em entrevista nesta quinta-feira (14), na Rádio Metropole, o petista ironizou e disse que “felizmente” não foi elogiado pelo presidente da República. “O pessoal me perguntando: ‘presidente falou de você ontem’. Então, o presidente já me conhece? Felizmente, ele não teceu elogios a mim. Quando ele tece elogios a mim pode ficar parecendo que a gente se confunde com as pessoas”, declarou Jerônimo.

O ex-secretário de Educação ressaltou ainda que o governo da Bahia não tem recebido recursos federais, além dos que são obrigatórios por leis.

“Eu fiquei três ano na Educação, uma pasta importantíssima. Nós sabemos que muda a vida de todo mundo. Quem passa pela Educação tem a chance mudar a vida das pessoas. Nós não tivemos um centavo a mais do governo federal. Não teve um programa novo. Nós sofremos muito. Tudo que estamos fazendo na educação: R$ 3,5 bilhões em infraestrutura, R$ 4 bilhões em pagamento de salário, custeio, formação de professores, é recurso do governo do estado”, disse.

Jerônimo declarou também que Bolsonaro “esqueceu” de “ler e olhar” o relatório de 2019 do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Segundo ele, os dados do instituto apontam que a Bahia “cresceu 25% nos indicadores, ele esqueceu de olhar isso. Foi o estado que mais cresceu nos indicadores”.

Crítica

Em entrevista à TV Aratu, Bolsonaro disse que Jerônimo é o “pior secretário de Educação do Brasil”.

“Pelo que me consta, o candidato do PT é o atual secretário de Educação. E a Educação na Bahia é a pior do Brasil. É isso que (o PT) tá apresentando para a sucessão para o governo do estado. O pior secretário de educação do Brasil”, disse ele.

O presidente fez questão de elogiar o ex-ministro da Cidadania e deputado federal João Roma, que é pré-candidato a governador pelo PL.

“Tenho a convicção de que ele fará um bom trabalho, caso venha se eleger govenador. Mas ele já é um herói para mim por estar enfrentando a velha política da Bahia. Ele é uma nova esperança, sangue novo. Tem uma competência enorme”.




Fonte: Dia a Dia Notícia

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco