COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Mutirão de exames de imagem reduz demanda reprimida gerada durante a pandemia do coronavírus em Salvador

08/06/2022




Prefeitura de Salvador abriu janela de contratação para habilitar clínicas e hospitais privados para oferta de procedimentos para os pacientes do SUS

Mais de 3.600 exames de imagem realizados. Esse é o balanço parcial do mutirão deflagrado pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, para reduzir a demanda reprimida gerada durante a pandemia do coronavírus na capital baiana.

Para ampliar a oferta pelos procedimentos, a gestão municipal iniciou em 1º de abril o credenciamento de hospitais e clínicas privadas interessadas em participar do mutirão para oferta de exames eletivos de imagem aos beneficiários do Sistema Único de Saúde. 

A implementação da estratégia já conseguiu reduzir significativamente a demanda reprimida por alguns procedimentos, como a tomografia de tórax que apresentou diminuição de 89% na fila de espera, a ressonância lombar com queda de 57%, bem como um decréscimo de 29% da demanda por eletroneuromiografia. 

O objetivo da pasta municipal é viabilizar durante a mobilização a abertura de cerca de 28 mil novas vagas para realização desses tipos de procedimentos para zerar a demanda reprimida na capital. 


“É uma estratégia que já tem surtido efeitos positivos em nossa rede com a redução importante da demanda reprimida de alguns procedimentos de alta complexidade. Ao longo desses dois anos e meio, muitos serviços reduziram a oferta de exames eletivos para adequação das normas sanitárias que buscavam minimizar os riscos de transmissão da covid-19 nos estabelecimentos de saúde. Hoje, para diminuir esses impactos e reduzir a demanda reprimida por esses procedimentos, estamos com o mutirão em curso”, explicou.




Mutirão de cirurgias eletivas no Hospital Municipal



O gestor destacou ainda os esforços da gestão para diminuir os impactos da pandemia. Um mutirão de cirurgia eletivas também está acontecendo no Hospital Municipal. No total, estão sendo contemplados doze procedimentos cirúrgicos entre histerectomias, herniorrafias, hemorroidectomias, colescistomias por vídeo, entre outras intervenções. Mais de 150 procedimentos já foram realizados até o momento durante a estratégia no local. O mutirão garantirá a oferta de mais de mil cirurgias nos próximos meses na unidade hospitalar. A gestão municipal investirá cerca de R$ 1,5 milhão para promover a mobilização. 

“Nosso grande desafio nesse momento está em assegurar a ampliação da oferta por procedimentos eletivos, sejam cirurgias ou exames de alta complexidade. Por isso, estamos mobilizando toda rede de unidades próprias e estabelecimentos contratualizados para expansão dessa oferta afim de reduzir a demanda reprimida gerada durante a pandemia. O mutirão do HMS é mais um esforço da gestão municipal para minimizar esse impacto e garantir que o cidadão soteropolitano tenha acesso às intervenções eletivas”, afirmou Decio Martins.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco