COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Eleições Gerais: mais de 11 milhões de eleitores estão aptos a votar na Bahia

21/07/2022


A Bahia tem 11.291.528 milhões de eleitores aptos a votar em outubro deste ano. O dado foi divulgado na sexta-feira (15/7) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que publicou o perfil dos votantes em todas as regiões do país.

O aumento no número de cidadãos aptos a votar no estado corresponde aos pedidos de regularização eleitoral, alistamento (1ª via do título) e também à anistiados eleitores que deixaram de votar nas Eleições/2020 e não justificaram a ausência ao pleito. A Resolução 23.637 foi aprovada pelo Plenário da Corte do TSE, em 24 de março deste ano.

No Brasil, 156.454.011 milhões de cidadãos poderão ir às urnas para escolher os novos representantes nos cargos de presidente da república, governador, senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital.

Acesse a Estatísticas do TSE para consultar o perfil do eleitor

De acordo com o TSE, este é o maior eleitorado já cadastrado na história do país. O presidente do TRE-BA, desembargador Roberto Maynard Frank, atribuiu o aumento de quase 900 mil novos eleitores no estado, em comparação a 2018, à série de medidas adotadas para aproximar o público baiano da Justiça Eleitoral. “Este número reflete o investimento do Regional baiano em projetos inovadores como o ‘Núcleo de Atendimento Virtual ao Eleitor’, o chatbot Maia e a parceria com o aplicativo de mensagens WhatsApp. Desburocratizamos os serviços prestados aos cidadãos e criamos recursos para o eleitor resolver as pendências através de canais virtuais, de modo a evitar filas e aglomerações nos cartórios eleitorais e em outras centrais de atendimento ao público”, destaca o magistrado.

Evolução do eleitorado

Em outubro, o TRE da Bahia realizará eleições nos 417 municípios do estado, distribuídos por 199 zonas eleitorais. Desde as últimas eleições gerais, em 2018, o estado teve um aumento de 8,64% no eleitorado. Naquele ano, 10.393.170 milhões de cidadãos estavam aptos a comparecer às urnas.

Quarto colégio eleitoral do país

A Bahia é o quarto maior colégio eleitoral do Brasil, atrás apenas de São Paulo (34.667.793 milhões), Minas Gerais (16.290.870 milhões) e Rio de Janeiro (12.827.296 milhões), correspondendo a 7,22% dos votantes do país.

Na Bahia, Salvador é a cidade com o maior número de eleitores, com 1.938.198 milhões. Em segundo lugar está Feira de Santana, com 424.521 cidadãos aptos, seguido por Vitória da Conquista, 250.908, e a cidade de Camaçari, na Região Metropolitana, com 191.507 pessoas em dia com a Justiça Eleitoral.

Dados por gênero

Assim como em 2018, o eleitorado baiano é composto majoritariamente por mulheres (52%), em relação aos homens (47%). São 5.927.765 milhões de eleitoras e 5.363.087 milhões de eleitores no estado. No Brasil, o gênero feminino também é maioria. Ao todo, são 82.373.164 de eleitoras (52,65%) e 74.044.065 de eleitores (47,33%). Há ainda outros 36.782 votantes que preferiram não definir gênero, num total de 0,02%.

Nome social

Pela terceira eleição consecutiva, a Justiça Eleitoral garante que pessoas transgêneras, transexuais e travestis tenham o nome social impresso no título de eleitor e no caderno de votação, o que garante a esse contingente o uso do nome pelo qual se identifica.

Neste ano, 2.694 eleitores na Bahia farão uso do nome social, número que, em 2018, era de 402. O aumento é de mais de 570%. No Brasil, 37.646 eleitores farão uso do nome social. Em 2018, esse número foi de 7.945 pessoas, um aumento de 29.701 pessoas que optaram pelo nome social ao se registrarem ou atualizarem dados na Justiça Eleitoral.

Voto facultativo

No Brasil, o voto é facultativo para os jovens de 16 e 17 anos, para pessoas acima dos 70 anos e para os analfabetos. Nas eleições deste ano, 177.548 jovens irão votar na Bahia, número que, em 2018, era de 104.674, o que corresponde a um aumento de 69,62%.

Esse número é referente aos eleitores com 16 e 17 anos que terão essa idade no dia 2 de outubro, data do primeiro turno da eleição. No Brasil, o eleitorado jovem também cresceu. O país tem 2.116.781 milhões de jovens aptos a votar.

Eleitorado com deficiência

Para as eleições deste ano, a Bahia tem 62.772 eleitores que declararam algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida, um crescimento de 49,30% em relação a 2018, quando 42.044 pessoas informaram a condição diferenciada.

Esses eleitores poderão votar em seções acessíveis, considerando o atendimento das necessidades apresentadas. De acordo com o Calendário Eleitoral, a partir desta segunda-feira (18/7), os eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida que deixaram de informar a condição ao cadastro eleitoral, poderão solicitar transferência temporária para uma seção com acesso adequado. O prazo para apresentação do requerimento é 18 de agosto.

ASCOM TRE-BA, CB, com informações do TSE

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco