COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Músico de banda brasileira famosa tem prisão decretada; saiba detalhes

14/07/2022


A prisão decretada é resultado do não cumprimento de um acordo com a ex-mulher

Na semana passada, o ator André Gonçalves foi preso por não pagamento de pensão da filha. Nesta semana, outro famoso enfrenta um problema semelhante e teve a prisão decretada pela Justiça, na última terça-feira (12). O réu da ação é Cleberson Horsth Vieira de Gouveia, tecladista da Roupa Nova, uma das mais tradicionais bandas da música brasileira.

Segundo informações divulgadas pela colunista Fábia Oliveira, do site Em Off, o processo de execução de alimentos foi motivo pela ex-mulher do artista, Elizabeth Freire Horsht Gouveia. O músico teria se recusado a cumprir a proposta de parcelamento da dívida de R$ 74 mil que tem com a ex-companheira.

“Regularmente citado, não efetuou o pagamento do débito alimentar, a justificativa apresentada não prova de forma relevante a incapacidade do executado (Cleberson) em realizar o pagamento da pensão alimentícia estabelecida”, informa o juiz na ação.

Segundo o magistrado, diante da negativa, não há outra solução para o caso que não seja a prisão do acusado. “Foram esgotadas todas as medidas capazes de compelir o devedor de alimentos a saldar sua obrigação, não restando outra alternativa, exceto a decretação de sua prisão civil. Pelo exposto, decreto a prisão civil de Cleberson Horsth Vieira de Gouveia, ora alimentante, pelo prazo de 30 dias. Expeça-se mandado de prisão, com validade de 2 anos. Oficie-se a Polinter”, pediu o excelentíssimo.

De acordo com a publicação, a pensão foi determinada pela Justiça após a separação, que aconteceu em 2008 e o músico ficou responsável por todo patrimônio do casal. Em janeiro de 2009, ficou fixado o valor de R$ 4 mil mensais que deveriam ser pagos pelo artista.

Apesar disso, Cleberson não cumpriu com os pagamentos e três parcelas vencidas acumularam no valor de R$ 13,3 mil, que motivou em um pedido de prisão no início do mês passado. Posteriormente revogado, ficou determinado que o pagamento fosse efetuado em 72 horas, sob pena de prisão, mas a quitação novamente não aconteceu.

Aos 64 anos, Elizabeth sofre com um câncer nos olhos e amigos relatam que ela não tem nem o que comer em casa, dependendo totalmente da ajuda de amigos e da irmã. Além disso, não consegue arcar com os custos das medicações do tratamento contra a doença.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco