COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

“Não podemos deixar nenhum baiano passando fome”, afirma Jerônimo

05/10/2022


Candidato de Lula na Bahia aponta geração de renda e emprego como prioridade em seu governo

Em entrevista a Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade, na manhã desta quarta-feira (5), o candidato a governador Jerônimo Rodrigues (PT) apontou a geração de renda e emprego para a população baiana como prioridades de seu governo. “Existem dois temas que preocupam muito a mim e sobre os quais tenho conversado bastante com Lula: o combate à fome e a questão do desemprego”, afirmou.

“Quando Lula assumiu (em 2003), ele anunciou, em seu discurso de posse, que iria cuidar da questão da fome e, ao final de seu governo, nós víamos, no Brasil, as pessoas conseguindo fazer as três refeições diárias. Vou me apegar muito a isso. Não podemos deixar nenhum baiano, nenhuma baiana passando fome”, ressaltou o candidato de Lula na Bahia. “Vamos fazer um grande mutirão na Bahia e colaborar com o programa que o Lula vai desenhar, na transição de governo, para que tenhamos uma boa parceria com o governo federal para enfrentar essa questão.”

Jerônimo destacou que a questão da criação de postos de trabalho também é urgente no Estado. “É um tema que diz respeito à juventude, à esperança de vida. A ação (estruturante), a preparação, o ensino profissionalizante, demoram um pouco para mostrar os resultados e essa é uma questão urgente”, avaliou. “Temos de buscar uma agenda o mais urgentemente possível, a curto prazo, para que a gente possa dinamizar esse tema. Isso também está bastante acertado com o Lula: o que cabe ao governo estadual pôr a mão e ‘pesar’ no orçamento, para fazer essa agenda de emprego e renda, dialogando com a sociedade baiana, com os empresários, com a imprensa.”

Sobre a expectativa para o segundo turno, o candidato afirmou que vai voltar a “correr a Bahia”. “Estamos muito felizes: reelegemos o senador Otto (Alencar), demos uma votação bastante expressiva para Lula (quase 70% dos votos válidos), tivemos quase 1 milhão de votos a mais que nosso opositor na Bahia”, lembrou. “Mas ainda há pessoas no Estado que não me conhecem, não viram meu rosto, não ouviram minha voz. Vamos em cada município, dentro do tempo que temos, para aumentar essa votação. E agora teremos tempos iguais na propaganda eleitoral no rádio e na TV. Isso também vai aumentar o conhecimento da população.”

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco